Pular para o conteúdo principal

A vida continua


Eu estou a 15 minutos na frente do computador pensando o que escrever sobre o jogo do Brasil, ou melhor, o jogo da França. Ainda não sei bem o que dizer, talvez porque não haja o que dizer. Ele venceram e nós perdemos merecidamente.
Um das primeiras atitudes é escolher um ou dois e colocar toda a culpa neles. Um dos maiores portais da internet brasileira tem na sua página inicial uma enquete perguntando: "Você acha que o Parreira é o maior culpado da eliminação?". Nada sugestiva. Não respondi a enquete, mas responderia "não". Discordei do Parreira e teria feito algumas escolhas diferentes das que ele fez, mas o cara entende de futebol mais do que eu e as escolhas dele podiam ter dado certo. Não deram e ponto.
Foi o esquema, foi a escalação, foi o favoritismo, foi a Copa ser na Europa, foi o peso de um, a idade do outro... várias podem ser as explicações, escolho uma simbólica: a meia do Roberto Carlos. No momento da cobrança de uma certa falta o nosso lateral ficou arrumando sua meia, não acompanhou o lance e deixou Thierry Henry (logo ele) sozinho. Pronto, foi o suficiente, um gol e um sonho acabado. Ahhhhh, então o culpado é o Roberto Carlos? Não. E a falta que o Ronaldinho bateu rente à trave? Podia ter sido gol, levado o jogo pra prorrogação e o próprio Roberto Carlos ter feito o gol da classificação, mas futebol é decidido em pequenos detalhes, como por exemplo uma meia.
Tínhamos o melhor time, mas não nos mostramos como o melhor time. Um detalhe trouxe justiça à partida. Festa na Champs-Élysèes de novo.





Mas a vida continua. Passada a Copa (eu sei, ela ainda não acabou, mas o Brasil não vai mais parar pra ver cada jogo) temos um assunto muito mais importante para este ano: Eleições.
Com o fim do prazo para as inscrições das candidaturas podemos começar a ter uma idéia do que ocorrerá em outubro e espero que os petistas mais otimistas tenham aprendido com a seleção (agora com "s" minúsculo) que nem sempre o favorito vence. As pesquisas tão longe das eleições não querem dizer muita coisa, principalmente nas eleições estaduais e distrital. A propósito, aqui no DF a esquerda se uniu e vai com tudo para derrotar o grupo rorizista. O ex-ministro Agnelo Queiroz, num gesto de grandeza, decidiu não ser candidato ao governo e se aliou a candidata Arlete Sampaio saindo candidato a Senador contra ninguém mais ninguém menos que o próprio Joaquim Roriz.

Agora chega, escrevi demais, tenho que ficar acompanhando os jornais pra ver se o Luiz Zveiter vai anular essa partida mesmo que nenhum corinthiano tenha jogado hehehehehe..... :D

Outra piadinha pros corinthianos não dizerem que eu só pego no pé deles.
Estadão de amanhã: "Brasil não vence Copa do Mundo com Lula"
"Diferentemente da Copa de 2002, durante a era FHC, o Brasil foi derrotado e está fora por culpa do Lula"

Comentários

Helô disse…
Humilhou...
Não só nesse, como em todos os outros!!!

BEIJOS!!!!!!!!
rubinho disse…
agora que o Brasil perdeu o que não fata é especulação né, de tudo...jogo foi comprado, já esta tudo organizado para que o Brasil perdesse ¬¬

e quanto as eleiçoes...

que sacanagem os caras trabalharem apenas 3 dias na semanas hein...deixando vários projetos importantes parados
Luiz Eduardo disse…
esse pessoal do congresso se esforça pra serem mal vistos...
por isso temos que renovar...

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor de Chapadinha vai a Itapecuru prestar depoimento

O assassinato do empresário Pedro Lopes Fontenelle, em Vargem Grande, ainda é um mistério. Para ajudar a solucionar o caso o pastor Elias Lima, presidente da Assembleia de Deus em Chapadinha, se dirigiu à Delegacia de Itapecuru-Mirim na manhã desta terça-feira (02) para prestar depoimento.
O crime aconteceu na última quarta-feira (27) às margens da BR-222, em frente a uma propriedade que o pastor havia vendido para o empresário. O empresário foi executado com dois tiros e não levaram nada dele.
Segundo um genro do pastor, o irmão Ezequiel Douglas, ele não recebeu qualquer intimação para comparecer ao distrito policial que investiga o caso e se dirigiu de forma espontânea. “Como ninguém sabe quem são os autores nem a motivação do crime, cabe todos que tiveram algum contato recente com a vítima munir as autoridades policiais com toda informação que possa ajudar a solucionar o caso”, afirmou ao blog.
Pedro Lopes Fontenelle tinha 46 anos e atuava no ramo frigorífico em Vargem Grande.

Não Chamem Pra Mesma Mesa o Prefeito e o Cunhado Vereador

A confusão começou numa comemoração de família. Os dois conversavam com o nível etílico um pouco acima do recomendado quando o parlamentar externou suas preocupações com o rumo do governo e o prefeito reagiu contrariado quando ouviu o irmão da primeira-dama lhe dizer que se a eleição fosse hoje ele seria derrotado.
O problema aumentou durante uma recente posse de secretários no gabinete do prefeito. Parecia que ele já estava concluindo mais um dos seus longos discursos quando olhou o vereador entre os presentes e relembrou o diálogo afirmando não levar a sério o diagnóstico. Constrangendo o parlamentar, o prefeito disse que aquilo era conversa de quem estava com algo cheio de cachaça.
O vereador, é claro, não escondeu a contrariedade com a conversa, que havia acontecido em âmbito privado, ser tratada publicamente e principalmente com os termos que o prefeito usou na frente de outros parlamentares e membros da equipe de governo.
Pra piorar, ao saber das reclamações do vereador, o pre…

Top 20 prefeituráveis de 2020

Com metade do mandato do prefeito Magno Bacelar superado as articulações para a sua sucessão devem começar a esquentar e o Blog do Braga traz a lista com os 20 nomes mais cogitados para enfrentar a disputa municipal de 2020.
É possível que outros nomes sejam discutidos até as convenções do ano que e o mais provável é que três ou quatro sejam registrados pelos partidos políticos, mas os nomes mais especulados nas rodas de conversa da cidade e pelo grupos políticos locais até aqui são os seguintes:
Magno Bacelar: Apesar das três condenações com trânsito em julgado no Tribunal de Contas da União (TCU), não dá para deixar de considerar o nome do prefeito que está no cargo, principalmente considerando sua capacidade de se livrar de problemas jurídicos. Dificilmente conseguirá desfazer o atual desgaste do seu governo, mas tem a marca de ter sido o único prefeito reeleito de Chapadinha, em 2004.
Danubia Carneiro: Primeira-dama, ex-prefeita e secretária de Assistência Social. Parece mais inter…