Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2007

A morte e a morte de Antônio Carlos Magalhães

Serra, o co-presidente

Que anomalia!

Temos, senhores, dois presidente nesta República.

Um é o Lula. O ex-metalúrgico que veio do nordeste num pau-de-arara e ascendeu politicamente pelo sindicalismo. Ele gosta do Hugo Chávez, gosta do George W. Bush, gosta do Zé Dirceu, gosta do Tarso Genro, gosta do Nelson Jobim, gosta do José Sarney, deve gostar até do Galvão Bueno.

Lula é apaixonado por agradar as pessoas. Ele tenta agradar até quem jamais vai tolerá-lo, como a Globo.

O outro é o co-presidente José Serra. Nas horas vagas ele curte dar uma de governador de São Paulo, mas a co-presidência da República não lhe dá muita folga.

Lula falou que São Paulo deveria ter um terceiro aeroporto. Serra falou que não, que bastava uma terceira pista para Congonhas, aeroporto no meio da maior cidade do Brasil, numa área super povoada, com altos prédios por perto, histórico de acidente e, há até pouco tempo atrás, com um posto de gasolina, senhores, um posto de gasolina logo ao lado da cabeceira da pista, mas este já foi destrui…

Cunha Lima cassado

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba cassou o mandato do governador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) na noite desta segunda-feira.

Acusado de ter usado um programa social para intervir no resultado da eleição do ano passado, na qual foi reeleito, o governador ficará inelegível até 2009 e terá de pagar uma multa de R$ 100 mil.

Assumirá a chefia do poder executivo paraibano o segundo colocado nas eleições, ex-governador e atual senador José Maranhão (PMDB-PB).

Não sei se acusação realmente procede. Se a justiça diz que sim, que assim seja feito.

Agora, me vem o tal do portal G1, da Globo, e publica a matéria com a foto mostrada abaixo. O (ex-)governador ao lado do presidente Lula. Ora, o cara é até do PSDB e eles, mesmo assim, querem ligar sua imagem à do Lula.

A cada dia canso mais dessa imprensa brasileira.

Enquete no ConversAfiada

Enquete no site ConversAfiada, o blog do jornalista Paulo Henrique Amorim:



Tá bom que ele é fã do presidente Lula, mas não precisava errar no português também.

Memórias de um Pan

Sim queridos amigos, o Pan (e circo) acabou!

Já estava cansado. Na verdade, antes de começar já estava em overdose de pan.

O discurso do presidente da Odepa, Mario Vázquez Raña, na cerimônia de encerramento ficou marcado pela chuva de "oooooooooiiiii" por causa de uma confusão lingüística do espanhol com o português e mais uma vez as vaias. Não ao mexicano, mas quando agradeceu ao apoio do presidente Lula, do governador Sérgio Cabral Filho e do prefeito César Maia aos jogos o público vaiou os três(o governador um pouco menos). De qualquer forma foi outro papelão. Vaias ao governador e ao prefeito são praticamente tão ridículas quanto ao presidente.

Mas não vou gastar meu latim com isso.

O que achei bacana foi a comemoração da seleção de basquete já neste último dia de competições. Além de darem um "peixinho" na quadra, como a seleção de vôlei, fizeram a "dança do siri", famosa graças ao programa Pânico na TV.

Mas este Pan ficará na minha memória por dois motiv…

Abriram o portão

Não sei o que dizer

Matéria da Veja

A matéria da revista (ou folhetim de oposição) Veja sobre o acidente da TAM é bastante elucidante e se viesse de uma veículo com mais (ou alguma) credibilidade seria impactante nas investigações. Porém, é tudo ali muito precipitado, como tudo que esta revista publica.


Na mesma edição o colunista Zé Graça publica um texto o título: "Quando é que derrubaremos Lula?". E o cara ainda acusa o presidente de golpismo.

Texto de Juca Kfouri

Relaxa, top top top, e goza. É ouro!

"Impressiona como o país cada vez mais se acostuma a fingir e a viver, e a morrer, das próprias mentiras

PEGUE-SE QUALQUER exemplo, mas fiquemos com os mais recentes.

No esporte, para começar.

O milésimo de Romário é um bom caso.

O Pan-2007, outro.

Ora, todos sabemos que o Baixinho, fabuloso, maior jogador que uma grande área já viu, criou um objetivo para ele mesmo e todos entraram na festa. Viva!

Mentira inofensiva. Mas mentira. Mentirinha, digamos.

Com o Pan é mais grave, pelo uso do dinheiro público sem a menor cerimônia, um dinheiro que os passageiros que cruzam o país pelos ares agradeceriam se o vissem mais bem gasto.

E aí a falsidade é grave, porque mata.

Em torno do Pan, a omissão é medalha de diamantes.

Thiago Pereira, que é um nadador digno de todo respeito e não tem a menor culpa do que se omite, é tratado como quem superou Mark Spitz.

E, friamente, é verdade.

Mas meia verdade, muitas vezes pior que a mentira pura, por mais difícil de ser desma…

Agora sim

Segundo o portal G1, da Globo, o presidente Lula foi alvo de novas vaias. Desta vez no nordeste, onde sua popularidade é ainda mais alta do que no Rio de Janeiro.

Agora sim. Não sendo em eventos internacionais vamos vaiar o presidente Lula. Vamos aplaudir o presidente Lula. Vamos nos manifestar. E melhor do que ser um bando de analfabetos políticos.

E se os manifestantes forem claques como aconteceu no Rio? Não tem problema. Faz parte do jogo político.

Vaia o representante maior do povo numa cerimônia internacional é que não dá!

Previdência e o Conflito de Gerações

Mais um ministério do PMDB

Nelson Jobim decidiu fazer as pazes de vez com o presidente Lula e aceitou o convite para assumir o abacaxi, digo, o ministério da Defesa substituindo Waldir Pires.

Para um renomado advogado, consituinte atuante, parlamentar decisivo no processo de cassação do presidente Collor, ex-ministro da Justiça e ex-presidente do Supremo Tribunal Federal assumir este ministério é nada biograficamente. Há mais por trás disso.

Para não passar despercebido

O noticiário da semana que passou voltou-se quase que totalmente para a tragédia ocorrida no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Por conta disso, passou despercebido que o COPOM – Comitê de Política Monetária, reduziu em 0,5% a taxa de juros nominal da economia brasileira, do que resulta uma taxa real inferior a 7%; passou despercebido também que o mercado que sinalizava um crescimento do PIB em torno de 4%, aumentou a expectativa para 4,39% na semana passada e para 4,5% no último relatório do dia 23/07.

Posso estar sendo chato, mas os comentaristas não abriram espaço (e com muita razão) para dizer que o Índice Bovespa bateu um novo recorde, superando os 58.000 pontos, que o saldo da balança comercial esperado evoluiu para US$ 43,55 bilhões e que o dólar alcançou o patamar de R$ 1,85.

Para utilizar uma expressão da moda, pode-se dizer que a economia brasileira está “bombando”.

Por falar nisso, o Guido Mantega é mesmo uma cara de azar. Traduziram as suas palavras de acordo com a conveniê…

Reforma política, de uma vez por todas

Em linhas editoriais o Blog do Braga vem se posicionar em relação ao tema que sempre é falado, comentado, discutido, mas nunca sai do papel (em grande parte graças a Deus).

O jornalista Fernando Rodrigues chega a se declarar contra a reforma política. "Vão conseguir piorar algo que já é muito ruim", disse ao Blog. Não é para tanto, mas de fato há idéias das mais absurdas, inclusive entre os jornalistas, que nascem sob o manto da dita reforma. Pois bem, vamos por partes:

Fidelidade Partidária: A proposta de proibir quem troca de partido de se candidatar na eleição seguinte não tem razão de ser. O senador Cristovam Buarque (PDT-DF), articulista deste Blog, saiu do PT e logo depois se candidatou a presidente da República para levantar a bandeira da educação. Nada o desabona. O "senhor da ética" na Câmara dos Deputados Fernando Gabeira (PV-RJ) saiu do PT, se candidatou à reeleição e foi campeão de votos no seu estado. A proposta de fidelidade partidária benéfica e necess…

Por que se calam, senadores do Partido dos Trabalhadores?

A todos os senadores do Partido dos Trabalhadores: Por que não responderam às acusações levianas do senador Pedro Simon no Bom Dia Brasil? Por que não apoiaram o ministro Marco Aurélio Garcia para que ele não tivesse de pedir desculpas? Por que se calam, senadores? O PSDB nunca pede desculpas. O PSDB não perde tempo. Quando é que vamos encarar a mídia golpista? Quando for tarde demais? Quando derrubarem o presidente Lula, eleito e reeleito com nosso voto democrático, com sangue, suor e lágrimas da militância petista? Ou quando inviabilizarem o nosso sucessor, seja quem for? Não tenho mais argumentos para defendê-los, para explicar a sua inércia, o seu silêncio, senadores. E no futuro não terei como defender suas campanhas. No ponto em que chegamos só me resta concluir que a mudez dos senhores parlamentares se deve à covardia, talvez ao medo das Organizações Globo, ou então à subserviência ao oligopólio de toda a mídia golpista e das bancadas da mídia no Congresso, da qual alguns fazem pa…

Me convençam

que os gestos de Marco Aurélio Garcia foram piores do que a piada de Gilberto Kassab sobre a tragédia do metrô de São Paulo, esta sim sob responsabilidade do governo estadual?



O que o povo de São Paulo tinha na cabeça quando o elegeu prefeito? Ah, é verdade. Eles elegeram o Serra prefeito, mas mesmo prometendo cumprir os quatro anos de mandato ele saiu para ser governador. Vale lembrar:

Aos 79 anos, morre ACM

O ex-deputado estadual, ex-deputado federal, ex-prefeito de Salvador, ex-governador da Bahia por três vezes, ex-presidente do Senado Federal por duas vezes, ex-ministros da Comunicações, ex-manda-chuva do governo FHC, ex-dono da Bahia e senador Antônio Carlos Magalhães (DEM-BA) faleceu nesta sexta-feira vítima de falência múltipla dos órgãos.

Deixo as condolências deste Blog aos familiares de ACM. Não sei se pela gentileza com que sempre me tratou nas poucas oportunidades que tive de estar com ele , mas a tristeza me bate como se tivesse um colega próximo.

Quando o encontrei pela primeira vez já cheguei dizendo: "Prazer senador. Meu nome é Luiz Eduardo, como seu filho, quem muito admirava". Pronto. Ganhei o velho. Nunca negou um pedido do Blog por uma informação.

ACM era o símbolo da modernização do atraso. Fazia política "com o chicote em uma mão e o dinheiro na outra", como ele mesmo disse certa vez. Sempre duro com os adversários, tinha a língua afiada e era muito …

A autofagia petista

O PT e o PCdoB sempre foram aliados, mas nunca morreram de amores um pelo outro. Pelo contrário. A aliança sempre foi firmada pela convicção de haver um inimigo forte e comum do outro lado do espectro político. Hoje já não é assim. A esquerda nunca esteve tão forte no Brasil e na América Latina e os dois partidos distanciam-se dia-a-dia.Os comunistas, ao lado do PSB, do PDT e afins, movimentam-se para demarcar seu território na esquerda anti-petista com vistas na eleição de 2010, a primeira desta era democrática sem Lula como candidato. O PCdoB, portanto, não apoiará o candidato próprio que o PT certamente lançará e provavelmente encaixará o deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) como vice na chapa encabeçada pelo deputado Ciro Gomes (PSB-CE), se este continuar onde está.Toda essa movimentação não é recente, mas se agravou na eleição para a presidência da Câmara dos Deputados neste ano, quando o PT não apoiou a candidatura à reeleição de Aldo, se uniu em torno da candidatura do deputado Arli…

O que de fato explodiu

"O que explodiu em Congonhas não foi não apenas o Airbus da TAM e suas quase 200 vítimas, mas a própria credibilidade do sistema aéreo brasileiro. Recompô-la exige, como premissa inadiável e inapelável, o afastamento imediato de todos aqueles que estão envolvidos na má gestão do espaço aéreo brasileiro. É necessária a imediata instalação de rigorosa investigação para apurar responsabilidades, em todas as instâncias envolvidas.
Há menos de dez meses, o país foi impactado pelo então maior desastre da história de sua aviação civil. A tragédia do Boeing da Gol, em setembro do ano passado, levantou o véu do inferno aéreo em que vivíamos --e ignorávamos.
Desde então, o país presenciou, entre indignado e estupefato, sucessivos transtornos em seus aeroportos, sem a contrapartida de qualquer providência concreta por parte das autoridades.
Constatou o desarranjo na política de pessoal dos controladores de vôo. Constatou que, não obstante a montanha de dinheiro do contribuinte gasta na refo…

Há coisas acontecendo

Com o Pan e o acidente da TAM o resto dos acontecimento ficaram sem destaque. Vale a pena lembrar:

Decidiram fazer alguma coisa contra a lavagem de dinheiro praticada por "empresários" estrangeiros no Corinthians;O Copom cortou a taxa Selic em 0,5% chegando ao marca histórica de 11,5%. A menor da nossa história e já não mais a maior do mundo.A tal timemania foi sancionada pelo presidente Lula;Cristina Kirchner, primeira-dama, lançou sua candidatura a presidência da Argentina.

TAM 3054

Sobre o acidente

A imagem divulgada pela INFRAERO do pouso normal de uma aeronave e da tentativa de pouso da aeronave que se chocou com o prédio da TAM Express é elucidante.

A alta velocidade da aeronave deixa claro que o problema não foi o ponto no qual ela tocou o chão.

A questão é: Por que o avião não freiou? Falha mecânica, humana ou da pista?


Sobre o aeroporto


A pista de Congonhas, segundo especialistas, é pequena, não tem área de escape e não tem groooving (as tais ranhuras na pista). Além de ficar numa área extremamente povoada.

Já passou da hora de se discutir o fechamento de Congonhas e a construção de um novo aeroporto (nova farra das empreiteiras).


Sobre os interesses


Foi determinado algumas vezes o fechamento de Congonhas por falta de condições de uso, principalmente com o tempo chuvoso. Por que então ele voltou a ser liberado?

Ora, simples. Congonhas fechado dá prejuízo.

Este sistema capitalista que visa o dinheiro, o lucro acima de tudo foi que forçou a reabertura de Congonhas, me…

Tragédia

O Blog do Braga gostaria de externar seus sinceros pêsames pela tragédia ocorrida com o avião da TAM no aeroporto de Congonhas/SP.

Aproveitamos também para repudiar qualquer tentativa de uso político deste acidente e apoiar o fechamento do aeroporto. Área habitada não é lugar de aeroporto.

Papelão armado?

Vamos recaptular:

Lula teve 78,9% dos votos para presidente no 2º turno das eleições de 2002 no Rio de Janeiro, estado que lhe deu a maior porcentagem de votos naquela eleição; Em 2006, foram 69,6%; O governo nunca esteve tão bem avaliado; Lula sempre apoiou a realização do Pan; Seu governo liberou as verbas necessárias para a realização do evento, mesmo o preço final tendo sido MUITO acima do preço inicial (festa das empreiteiras); Lula apoiou a candidatura de Sérgio Cabral Filho para governador. Ele foi eleito e acaba de realizar uma ofensiva contra o crime organizado bem avaliada pela população;O prefeito da cidade é da oposição. É, inclusive, o único prefeito de capital que o PFL elegeu em 2004. (Gilberto Kassab é prefeito de São Paulo, mas era o vice de José Serra que usou a prefeitura da capital paulista como trampolim político e deixou o desconhecido no comando)

Depois de tudo isso o cara é vaiado e ainda tem gente querendo me dizer que foi espontaneamente. Faça-me o favor!

Carta aberta ao senador Renan Calheiros

Ao SenhorPresidente do Senado Federal
Senador RENAN CALHEIROSBRASÍLIA – DF
Carta Aberta ao senador Renan Calheiros.Caro Renan,
Não se aborreça e nem me leve a mal, mas bateu uma vontade incontida de falar um pouco da vida cotidiana do Brasil da planície, que já o aguarda com certa ansiedade.Continuo tocando com entusiasmo minha militância política. Agora, sem as atribuições inerentes ao mandato de senador, que você ajudou a retirar de mim com bastante empenho.
Tendo em vista a situação inusitada da instituição que você preside e levando em conta os acontecimentos nos quais você figura com destaque e excepcional desenvoltura, me pergunto se não seria o caso de agradecer o mal que você me causou. Talvez você, em função da estressante e diversificada responsabilidade política, empresarial e familiar, tenha apagado da memória qualquer registro a meu respeito.
Portanto, permita, em poucas palavras, dizer em que momentos nossos caminhos se cruzaram.Sou aq…

O consumo consciente e a integração responsável do homem ao planeta

Quem diria?

Depois de assistirmos a primeira medalha de ouro do Brasil no Pan e o 7º título da seleção de vôlei na Liga Mundial nos deleitamos com a seleção do Doni, do Maicon, do Fernando, do Mineiro, do Josué, do Júlio Baptista (marcando golaço), do Vágner Love (jogando bem) entre outros vencendo dos somos hermanos por sonoros 3 a 0.

Dá-lhe Brasil.


OBS: post publicado hoje mais cedo.

A Argentina é favorita

Sim. A seleção é a favorita no jogo de logo mais contra a seleção brasileira na final da Copa América.

Palpite do Blog: É assim mesmo que a Argentina gosta de perder. Quando ninguém espera. Lembrem da última Copa América.

Sinal Amarelo

Nunca o Brasil teve tantos indicadores que apontam os riscos que o ameaçam adiante. E nunca esteve tão sem esperança de encontrar um rumo alternativo que lhe permita dobrar uma esquina, evitando chegar ao sinal. Esgotaram-se as propostas e perderam-se as esperanças. Democracia, Diretas, Constituinte, um presidente de esquerda, outro mais de esquerda ainda - nada conseguiu mudar nosso passo rumo ao sinal amarelo.

Ainda pior, os partidos e os políticos perderam o papel de alerta crítico que exerciam antes de chegarem ao governo. Assumiram o mesmo passo rumo ao desastre, e deixaram o povo acomodado, afirmando que o sinal é verde, a estrada é sem fim, e o futuro, promissor. Obscurecem a realidade que antes denunciavam. Deixam de ver o sinal amarelo como um alerta, e consideram-no motivo de comemoração, como se indicasse trânsito livre. Recusam-se a considerá-lo um indicador do fracasso óbvio, da ameaça palpável de um país dividido pela pobreza.

Repetem que a desigualdade diminuiu, baseando-…

Show do Brasil, papelão dos brasileiros

Começou o Pan do Rio (e não do Brasil como diz a Globo).

A abertura foi linda, as coreografias deslumbrantes, Elza Soares cantando o hino nacional emocionante, as vaias ao chefe maior do Estado brasileiro um papelão sem tamanho.

O presidente Lula foi vaiado por seis vezes. O governador Sérgio Cabral Filho (PMDB-RJ), seu aliado, puxou uma salva de palmas e o prefeito do Rio César Maia, membro do Democratas e ativo oposicionista teve a hombridade de seguir os aplausos.

O narrador de cerimônias de abertura Galvão Bueno acertou ao se referir a Lula como "Sua Excelência o presidente da República Federativa do Brasil Luís Inácio Lula da Silva" e principalmente quando disse "a democracia permite a manifestação do povo". O único errado neste caso foi o "povo", ou melhor, os presentes na cerimônia que vaiaram o, repito, chefe maior do Estado brasileiro.

Onde já se viu?! Nem os democratas estadunidenses vaiariam o presidente George W. Bush numa cerimônia internacional.

Fora, Renan?

O famoso (e irresponsável) jornalista Ricardo Noblat fez um editorial no seu famoso (e irresponsável) blog pedindo a cabeça do presidente do Senado Federal Renan Calheiros (PMDB-AL). Pois bem, não serei eu, nem será este blog, que sairá em defesa do senador alagoano, mas não queria me calar.


Renan disse há algumas semanas que é perseguido pela imprensa. Eu ri, mas ele está certo. Quando a imprensa brasileira pega um para Cristo ela não desiste até derrubá-lo. Orestes Quércia, José Dirceu, Ibsen Pinheiro... Muitos são os exemplos. Alguns inocentes, outros não. No caso de Renan estou convencido de sua inocência. Pelo menos no que diz respeito àquela primeira acusação, de que a pensão de sua filha com a jornalista Mônica Veloso era paga pela empreiteira Mendes Junior. O dinheiro, mesmo sendo entregue por um lobista da empreiteira amigo comum do senador e da jornalista, pertencia ao próprio. Porém, ele teve que explicar de onde então vinha seu dinheiro. Ele não soube explicar. Poucos senad…

Serra, o homem do trololó

Falando para grandes empresários do setor calçadista, atacado pela baixa cotação do dólar, o governador de São Paulo José Serra criticou a política cambial do governo e disse que as justificativas não passam de "trololó de economistas".

Nem a Globo, sua fiel cabo eleitoral, ficou do seu lado. "Não passa de trololó de político. Se tivesse falando com um setor beneficiado com a atual cotação do dolar ele teria falado o contrário", disse o especialista ouvido pelo Jornal da Globo.

Os subsídios agrícolas e a Rodada de Doha

Alto lá

- Imagine se o Fernandinho Beira-Mar fosse eleito senador. Não o processaríamos por quebra de decoro antes de assumir o mandato? - pergunta Romeu Tuma (DEM-SP), Corregedor do Senado, em relação ao futuro ex-senador Gim Argello (PTB-DF).

Opa, olha a ofensa... ao Fernando.

Pra quê?

Para aqueles que duvidam que a grande imprensa é contra o presidente Lula.

Manchete do G1, portal de notícias da Globo, às 2:00 do dia 7 de julho de 2007:

"Aeronáutica comprará dois novos helicópteros para Lula"


Mentira! Se fosse para o Lula ele ia levar os helicópteros para São Bernardo do Campo depois que acabasse o governo. Os helicópteros serão para uso do presidente da República, que atualmente é o Lula (mesmo contra a vontade da grande imprensa), e dos ministros de Estado.

Deus, por que?

Pra que mentir? Pra que distorcer a vontade? Pra que atacar levianamente um presidente com tão altos níveis de popularidade? Para que tentar derrubá-lo? Para que tentar impedir a reeleição dele?

É sério, eu não tenho a menor idéia de porque a grande imprensa é tão contra o Lula. Ele tem medo dela e de toda a elite do país. Está há quatro anos e meio como presidente e nunca fez nada contra os privilégios dos mais ricos. Pelo contrário. Seu ministro das comunicações é Hélio Costa, ex-funcionár…

Gim não quer

Roriz renunciou querendo que seus suplentes também o fizessem para forçar uma nova eleição para senador aqui no DF, na qual ele mesmo poderia concorrer. Seu segundo suplente, Marcos de Almeida Castro topou, na verdade ele deu a idéia. Já o primeiro suplente, Gim Argello (PTB-DF), não quis conversa, sumiu e deve assumir o cargo semana que vem.

Ha!

O Gim Argello não quer sair?! Tudo bem. Ele não precisa querer. Roriz e Pedro Passos (lembram?) são fichinhas perto de Gim. Basta querer fazer uma investigação um pouquinho séria que ele cai também.

Íntegra da carta de renúncia do ex-senador Joaquim Roriz

"Esta é, para mim, mais uma hora - dentre as inúmeras que já vivi, em que devo tomar uma grave decisão. Volto-me para o grande mistério da vida, a força da consciência, o mal ativo e o mal passivo, o mal que causamos e o mal que sofremos.

E sinto que somente me pesa na consciência o mal que venho sofrendo, que tanto me tortura e procura turvar uma vida pautada na dignidade pessoal, no respeito ao meu semelhante, no resguardo da coisa pública, no profundo sentimento cristão.

Minhas reminiscências somente fazem aflorar a longa jornada já percorrida, que têm como timbre minha dedicação à administração pública atestada nas grandes obras que realizei, no transcurso das quatro vezes que governei o Distrito Federal.

Sinto acima de tudo que não se pode viver feliz olhando apenas para si mesmo. É preciso viver para os outros, sobretudo, para os humildes, os necessitados, como opção para viver para si mesmo. É o que tenho procurado fazer por toda minha vida, buscando, na gestão pública, no G…

O X da questão

Em 22 de abril último eu já dizia que o mercado acenava com um crescimento do PIB de 4,2%, mas eu acreditava que logo logo o mesmo mercado trabalharia com um taxa que oscilaria entre 4,7 e 5%.

Em 08 de junho, o Caio Megale, em entrevista ao Jornal da Globo já dizia que o setor industrial poderia crescer a uma taxa de 5%, com igual crescimento do PIB.

Eis que o último Relatório de Inflação do Banco Central já prevê um crescimento de 4,7%. Produto do achismo? Não.

Jean Baptiste Say, economista francês do século passado, dizia que “a oferta cria a sua própria demanda”. Trocando em miúdos, tudo o que fosse produzido, encontraria comprador; por outro lado, sempre que alguém se oferecesse para trabalhar encontraria uma oportunidade de emprego, o que faria com que as economias estivessem sempre em equilíbrio.

Nos idos de 1929/30 ocorreu uma quebradeira geral dos sistemas econômicos.

Apareceu um iluminado, John Maynard Keynes (esse foi um Mainardi sério), que colocou tudo pelo avesso. Em suma, Key…

A Verdadeira Economia

Quando estudamos Economia nos cursos de graduação, ou mesmo na pós graduação, utilizamos muitos gráficos, tabelas, quadros, equações algébricas e mais uma infinidade de instrumentos que nos permitem entender o funcionamento de um sistema econômico e até fazer as estimativas, previsões, alimentados ainda por uma disciplina chamada Econometria.

Num dos capítulos da Economia, aprendemos também que existe uma diferença entre crescimento e desenvolvimento econômico. Enquanto o primeiro tem a ver com o crescimento do volume de produção da economia, o outro está preocupado com as condições de vida da população.

Aprendemos também que a função do Estado é compatibilizar interesses, muitas vezes conflitantes, das diferentes classes que compõem a sociedade – empregados e empregadores, dirigentes e dirigidos, pobres e ricos.

Somos forçados a relembrar que desde a nossa colonização, desde o advento das capitanias hereditárias e seus donatários, foi criado um fosso (que perdura até hoje) entre ricos e…

Transferências na Europa

As transferências de jogadores nos clubes europeus pegam fogo neste época do ano. Algumas informações para você, leitor do Blog do Braga:

Thierry Henry, como já falei, saiu do Arsenal para o Barcelona;
Mas o Arsenal contratou o brasileiro Eduardo Silva, do Dínamo Zagreb;
Eto'o afirmou que continua no Barcelona;
Liverpool deverá anunciar a contratação de Fernando Torres, do Atlético de Madrid;
O Real Madrid negocia a contratação do holandês Arjen Robben, do Chelsea;
O zagueirão argentino Roberto Ayala deixou o Valência e seguiu para o Villareal;
Giovani van Bronckhorst deixou o Barça e foi para o Feynoord;
O Newcastle quer contratar dois jogadores do Barcelona sem pagar nada: Edmílson (vai tarde) e o islandês Eidur Gudjohnsen;
A Inter de Milão, de brincadeira (só pode), ofereceu ao Barcelona 10 milhões de Euros pelo meia Deco. Por pior que ele seja é uma quantia ridícula para os padrões europeus considerando-se a moral que o luso-brasileiro tem;
Outra contratação do vice-campeão espanhol foi…

Pobres para um lado, ricos para o outro

Na coluna desta semana na Veja o Zé Graça expoem, mais uma vez, todo seu preconceito de classe.

"O grande mérito do lulismo foi separar claramente as duas categorias: uma para cá, outra para lá. Tome-se a última pesquisa CNT-Sensus, publicada alguns dias atrás. Entre os eleitores que ganham até 380 reais, 72,3% festejam Lula com um alegre e ruidoso Oba!. Entre os que ganham mais de 7 600 reais, há apenas 31,7% de Oba! e uma arrasadora maioria composta de 65,9% de censuradores e escandalizados Epa!.

É bom que os que ganham até 380 reais estejam dizendo Oba!. Podemos parar de nos preocupar com eles. Quanto menos a gente se preocupar com eles, melhor para eles e melhor para nós. Agora que o lulismo reintroduziu no Brasil uma pitada de identidade de classe, contrapondo ricos e pobres, temos de encontrar um jeito de preservá-la."



Desta vez Diego, o Zé Graça III , não foi engraçado, foi simplesmente preconceituoso, descriminador e ridiculamente elitista.

Arruda 2010

Quem sabe dos meus sentimentos pela revista Veja e pelo governador violador de painel José Roberto Arruda (DEM-DF) deve imaginar a náusea que senti lendo a matéria desta semana na qual a citada revista lança o carequinha simpático candidato a presidência em 2010.

Aproveito para lançar um desafio.

Se em 2010 todas as grandes cidades do Distrito Federal tiverem, cada uma, um Campus da Universidade de Brasília (UnB), todas as escolas públicas tiverem, cada uma, um dentista e uma quadra poliesportiva e os problemas do transporte "público" urbano forem solucionados eu apoiarei publicamente, inclusive neste Blog, a candidatura de José Roberto Arruda a presidência da República nas eleições daquele ano.

Tava pensando nisso

Quando comprei meu carro, o Batata (sim, meu carro tem nome), quis faze-lo a vista, no ato e fui, portanto, sacar o dinheirinho que tinha na minha conta poupança. Foi quando fui apresentado à burocracia bancária. Havia um limite, se não me engano, de R$1000,00 para transferência no caixa eletrônico. Fiz a transferência na boca do caixa, mas fui me informar sobre o funcionamento do banco com grandes trasnferência. No país da burocracia os bancos não fogem desta realidade.

Carlos Alberto Sardenberg, ele mesmo, fala no seu artigo publicado hoje no "O Estado de S.Paulo" sobre o tema e a facilidade do boiadeiro e senador Joaquim Roriz (PMDB-DF) em descontar um cheque de R$ 2,2 milhões. Segue trecho:


"Você já tentou fazer um saque, em dinheiro, de um cheque de R$ 50 mil em um banco qualquer? Mesmo se o cheque for de você para você mesmo - de modo que esteja retirando dinheiro de sua própria conta - não vai ser fácil. Se for de outra pessoa, então, será quase impossível. O caixa…

Agora vai

A pior coisa do governo Lula é a falta de espírito revolucionário. Na situação de desilusão social que vivemos não bastam apenas avanços.

Segundo o portal G1, o presidente LuladisseChega de ser pequeno, chega de ser o país do futuro, chega de ser a esperança do mundo, um monte de adjetivos que nunca se concretizam. O mundo precisa aprender que o Brasil resolveu assumir a sua grandeza territorial e no seu comportamento político.” e falando sobre a situação das favelas no Rio de Janeiro emendouSão favelas com mais de 300 mil pessoas. Nós queremos entrar lá com estrada, com luz, com hospital, com escola, porque se o Estado não cumprir com seu papel de dar condições para o povo, o narcotráfico dá, o crime organizado dá”.

Agora sim. Este é um discurso que um presidente do Brasil deve ter. Ainda mais o Lula. Ele tem o apoio do povo, do Congresso, não tem nenhuma crise institucional batendo a porta do seu gabinete, a economia está trilhando o caminho certo (mesmo que conservador). Com tudo…