Pular para o conteúdo principal

Não acreditaria

Se, no começo do ano, alguém me dissesse que o Vascão estaria na terceira posição, disputando uma vaga na Libertadores e até, quem sabe, o título, com o segundo melho ataque da competição e a quarta melhor da defesa no início do segundo turno eu daria uma daquelas boas e sonoras gargalhadas.

Toda aquela expectativa em torno do psedo-milésimo gol do Romário parecia que o clube abdicaria qualquer pretensão coletiva e passaria o ano lutando pela marca pessoal do baixinho. Porém, ele fez bastantes gols no carioca, chegou a desejada marca nas primeiras rodadas do Brasileirão e se machucou. Com todo respeito à sua história, mas ainda bem. Romário em campo hoje mais atrapalha do que ajuda.

O resto do time, repito, é muito fraco. A boa colocação na tabela demonstra duas coisas. Primeiro: o nível técnico do campeonato nacional é muito baixo. Segundo: As críticas feitas à escolha de Celso Roth para comandar o Gigante da Colina, inclusive as publicadas por este Blog, foram injustas. Roth está tirando leite de pedra.

Alguns jogares, confesso, me surpreendem até agora. Esse Vilson, o Júlio Santos, o Wagner Diniz, um dos destaques do time da temporada, Perdigão, o homem do passe certo, Darío Conca, argentino desconhecido que de pouquinho em pouquinho foi mostrando trabalho, Rubens Junior, jogando no Vasco o que nunca tinha conseguido antes na carreira, são alguns dos exemplos.

O destaque mesmo fica por conta de Leandro Amaral. Fechou ao Vasco no ano passado desacreditado e acabou caindo nos braços dos vascaínos com atuações cheias de raça e boas jogadas. É o artilheiro do time no campeonato com sete gols e xodó da torcida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor de Chapadinha vai a Itapecuru prestar depoimento

O assassinato do empresário Pedro Lopes Fontenelle, em Vargem Grande, ainda é um mistério. Para ajudar a solucionar o caso o pastor Elias Lima, presidente da Assembleia de Deus em Chapadinha, se dirigiu à Delegacia de Itapecuru-Mirim na manhã desta terça-feira (02) para prestar depoimento.
O crime aconteceu na última quarta-feira (27) às margens da BR-222, em frente a uma propriedade que o pastor havia vendido para o empresário. O empresário foi executado com dois tiros e não levaram nada dele.
Segundo um genro do pastor, o irmão Ezequiel Douglas, ele não recebeu qualquer intimação para comparecer ao distrito policial que investiga o caso e se dirigiu de forma espontânea. “Como ninguém sabe quem são os autores nem a motivação do crime, cabe todos que tiveram algum contato recente com a vítima munir as autoridades policiais com toda informação que possa ajudar a solucionar o caso”, afirmou ao blog.
Pedro Lopes Fontenelle tinha 46 anos e atuava no ramo frigorífico em Vargem Grande.

Não Chamem Pra Mesma Mesa o Prefeito e o Cunhado Vereador

A confusão começou numa comemoração de família. Os dois conversavam com o nível etílico um pouco acima do recomendado quando o parlamentar externou suas preocupações com o rumo do governo e o prefeito reagiu contrariado quando ouviu o irmão da primeira-dama lhe dizer que se a eleição fosse hoje ele seria derrotado.
O problema aumentou durante uma recente posse de secretários no gabinete do prefeito. Parecia que ele já estava concluindo mais um dos seus longos discursos quando olhou o vereador entre os presentes e relembrou o diálogo afirmando não levar a sério o diagnóstico. Constrangendo o parlamentar, o prefeito disse que aquilo era conversa de quem estava com algo cheio de cachaça.
O vereador, é claro, não escondeu a contrariedade com a conversa, que havia acontecido em âmbito privado, ser tratada publicamente e principalmente com os termos que o prefeito usou na frente de outros parlamentares e membros da equipe de governo.
Pra piorar, ao saber das reclamações do vereador, o pre…

Mais um empresário se prepara para disputar a Prefeitura

Está difícil manter a contagem de quantos pré-candidatos ao cargo de prefeito de Chapadinha já estão no páreo. Hoje pela manhã foi a vez do empresário Nenezão se filiar ao Partido dos Trabalhadores (PT) se colocando a disposição da legenda para a disputa.
A informação é do presidente do Diretório Municipal, o ex-vereador Manim Lopes, que acredita que uma candidatura própria é o melhor caminho para o partido voltar a ter representatividade local.