Pular para o conteúdo principal

Palmeiras, Serra e o conto da CBF

"A Fifa pode dizer o que quiser em relação aos campeões mundiais de clubes. O mundo sabe bem quem são eles

O MILAN é tetracampeão mundial de clubes depois de derrotar, com sobras, o Boca Juniors, vítima de um rigor exagerado da Fifa que não permitiu a participação de Riquelme em seu torneio, mesmo que ele tenha disputado a Libertadores pela equipe portenha. Indiscutíveis 4 a 2.


Mas o Milan é tetracampeão só para nós, amantes do futebol. Porque pela Fifa não é não. Para a entidade, o Milan é o primeiro clube europeu a ser campeão mundial, depois que três clubes brasileiros o foram de 2000 para cá.


Decisão do Comitê Executivo da Fifa, registre-se, algo bem mais sério do que a produção dos jornalistas que fazem sua página na internet, com mais erros do que os deste colunista -que, ao menos, não trabalha para nenhum órgão "oficial".


Por mais que os europeus sempre tenham tratado a Copa Intercontinental como tal, o fato é que a América do Sul sempre a tratou como equivalente ao título mundial.


E por quê?


Porque era. E é.

América do Sul que ganhou 25 dos 47 títulos interclubes disputados com os europeus e nove, a metade, das Copas do Mundo de seleções e que, portanto, deve ser levada em conta por quem cuida da cultura do futebol mundial.


Ou alguém vai nos convencer de que o Santos de Pelé, o Flamengo de Zico, o Grêmio de Renato Gaúcho e o São Paulo de Telê não foram campeões mundiais?


Bobagem. E das grossas.


A decisão tem, porém, o efeito de ser mais uma demonstração de como é pouco sério o presidente da CBF, que informou, com pompa e circunstância, em palácio, ao governador de São Paulo, que o Palmeiras seria reconhecido como campeão mundial por ter vencido a Copa Rio em 1951.


Serra, serra, serrador, serra o papo do governador, brincou Ricardo Teixeira com o palestrino militante que ora ocupa o posto mais alto do Estado mais importante do país.

E José Serra acreditou, apesar de não poder ser ingênuo alguém que já foi presidente da UNE, deputado federal, senador, secretário de Estado, ministro, candidato à Presidência da República etc. Acreditou tanto que serrou (sem trocadilhos, hein) fileiras com outros 11 governadores no convescote homologatório, em Zurique, que anunciou o Brasil como sede da Copa de 2014.

E até aceitou convite para entregar a Rogério Ceni o troféu de craque do ano na festa da CBF, no Rio, embora, no último instante, tenha preferido ir a Belo Horizonte se encontrar com Aécio Neves.

Trocou seis por meia dúzia, é verdade, mas ficou em seu mundo, com falsidades de outro tipo.
Será que Serra pedirá desculpas aos seus camaradas palmeirenses?

Ou, mais importante, será que Serra se convencerá de que São Paulo não tem por que se curvar diante da CBF, mas, ao contrário, só exigir a parte que lhe cabe na Copa de 2014, sem rapapés diante de gente tão despreocupada com a seriedade?

Porque não só seus eleitores ficarão ao seu lado caso haja alguma retaliação como, também, é óbvio que, se Teixeira puder escolher entre ele e Aécio Neves, entre São Paulo e Minas, a escolha já está feita.

E o Palmeiras perderá de novo."


Juca Kfouri

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor de Chapadinha vai a Itapecuru prestar depoimento

O assassinato do empresário Pedro Lopes Fontenelle, em Vargem Grande, ainda é um mistério. Para ajudar a solucionar o caso o pastor Elias Lima, presidente da Assembleia de Deus em Chapadinha, se dirigiu à Delegacia de Itapecuru-Mirim na manhã desta terça-feira (02) para prestar depoimento.
O crime aconteceu na última quarta-feira (27) às margens da BR-222, em frente a uma propriedade que o pastor havia vendido para o empresário. O empresário foi executado com dois tiros e não levaram nada dele.
Segundo um genro do pastor, o irmão Ezequiel Douglas, ele não recebeu qualquer intimação para comparecer ao distrito policial que investiga o caso e se dirigiu de forma espontânea. “Como ninguém sabe quem são os autores nem a motivação do crime, cabe todos que tiveram algum contato recente com a vítima munir as autoridades policiais com toda informação que possa ajudar a solucionar o caso”, afirmou ao blog.
Pedro Lopes Fontenelle tinha 46 anos e atuava no ramo frigorífico em Vargem Grande.

Não Chamem Pra Mesma Mesa o Prefeito e o Cunhado Vereador

A confusão começou numa comemoração de família. Os dois conversavam com o nível etílico um pouco acima do recomendado quando o parlamentar externou suas preocupações com o rumo do governo e o prefeito reagiu contrariado quando ouviu o irmão da primeira-dama lhe dizer que se a eleição fosse hoje ele seria derrotado.
O problema aumentou durante uma recente posse de secretários no gabinete do prefeito. Parecia que ele já estava concluindo mais um dos seus longos discursos quando olhou o vereador entre os presentes e relembrou o diálogo afirmando não levar a sério o diagnóstico. Constrangendo o parlamentar, o prefeito disse que aquilo era conversa de quem estava com algo cheio de cachaça.
O vereador, é claro, não escondeu a contrariedade com a conversa, que havia acontecido em âmbito privado, ser tratada publicamente e principalmente com os termos que o prefeito usou na frente de outros parlamentares e membros da equipe de governo.
Pra piorar, ao saber das reclamações do vereador, o pre…

Top 20 prefeituráveis de 2020

Com metade do mandato do prefeito Magno Bacelar superado as articulações para a sua sucessão devem começar a esquentar e o Blog do Braga traz a lista com os 20 nomes mais cogitados para enfrentar a disputa municipal de 2020.
É possível que outros nomes sejam discutidos até as convenções do ano que e o mais provável é que três ou quatro sejam registrados pelos partidos políticos, mas os nomes mais especulados nas rodas de conversa da cidade e pelo grupos políticos locais até aqui são os seguintes:
Magno Bacelar: Apesar das três condenações com trânsito em julgado no Tribunal de Contas da União (TCU), não dá para deixar de considerar o nome do prefeito que está no cargo, principalmente considerando sua capacidade de se livrar de problemas jurídicos. Dificilmente conseguirá desfazer o atual desgaste do seu governo, mas tem a marca de ter sido o único prefeito reeleito de Chapadinha, em 2004.
Danubia Carneiro: Primeira-dama, ex-prefeita e secretária de Assistência Social. Parece mais inter…