Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2009

Apostas

Sem retirar as apostas que fiz aqui no dia 18, creio que Tião Viana acabará sendo eleito presidente do Senado.

PSDB fecha com Tião Viana

O senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) telefonou ontem a noite pro senador Tìão Viana pra informar-lhe a boa nova: O PSDB decidiu apoiar a candidatura do acreano à presidência do Senado Federal.
Só para lembrar, este foi o único blog que escreveu: "(Sarney) Dá como certa também o apoio do PSDB, mas é aí que mora o perigo. Sarney é desafeto do governador José Serra (PSDB-SP), virtual candidato tucano à presidência em 2010. Sarney é caninamente leal ao presidente Lula. Qual o interesse do PSDB eleger Sarney?" Quando toda a imprensa falar uma coisa e eu falar outra, me ouçam.
Vamos às contas. A bancada do PSDB tem 13 senadores, desconsiderando-se Papaléo Paes, do Amapá como Sarney, e Álvaro Dias, voz discordante, são 11 votos pró-Tião Viana. O PT tem 12 senadores. O implodido bloquinho de esquerda, PDT (5), PSB (2), PCdoB (1) e PRB (1), deve votar todo com Tião. Pelo menos duas defecções do PMDB são certas, Jarbas Vasconcellos e Pedro Simon. Somando até aqui são 33 votos.
O determin…

Bobagens que se escrevem na imprensa

A imprensa já elegeu José Serra (PSDB) presidente da República e agora faz o mesmo com José Sarney (PMDB-AP) na presidência do Senado e Michel Temer (PMDB-SP) na presidência da Câmara, apesar da traição que o PT certamente cometerá contra este último.

Ora, leitores, Sarney negou durante meses que seria candidato à presidência do Senado e agora decide concorrer* e ainda sonda Tião Viana (PT-AC), o candidato petista, para que este saia da disputa. Sarney não foi leal e o PT está pau da vida com ele. O que fazer como resposta? Trair Michel Temer na Câmara? Temer é rival de Sarney no disputa interna do PMDB. Trair Temer seria ajudar e não dar o troco na velha raposa maranhense.



*Na verdade, Sarney não decidiu concorrer, decidiu se lançar candidato e tirar Viana da disputa. Nenhum dos dois quer batalhar voto a voto no dia 2. E Viana, não se enganem, não é cachorro morto na disputa.

Arruda se importa com você tanto quanto eu com a Kelly Key

O governador violador de painel José Roberto Arruda e o secretário de Transportes Alberto Fraga, ambos do DEM (ex-PFL, ex-PDS, ex-ARENA, ex-UDN), planejam para o mês que vem um aumento no preço das passagens de ônibus e de metrô no Distrito Federal.

A população do DF é obrigada a conviver com um sistema de transportes caótico, com ônibus velhos*, sujos, lotados, atrasados e que já cobram a passagem mais cara do Brasil: R$ 3. R$ 6 ida e volta, em 22 dias úteis R$ 132 para ir e voltar do trabalho ou da escola a cada mês, isso se o passageiro pegar apenas uma linha, se pegar outra tem que pagar de novo. Sim, porque a ex-prefeita Marta Suplicy (PT) implementou o bilhete único na maior e mais complexa cidade brasileira, São Paulo, e Brasília, uma cidade planejada, não tem bilhete único.

Só para se ter uma idéia do preço: a passagem em Fortaleza custa R$ 1,60. R$ 3,20 ida e volta, em 22 dias úteis R$ 70,40. Consideráveis R$ 61,60 a menos do que em Brasília.

Os mais desavisados e aqueles que ac…

PT 2009 – Um roteiro para começar a discussão

O debate entre os petistas na nossa cidade encontra-se adormecido. Desde os resultados eleitorais de 2006 o partido não conseguiu estabelecer um ambiente permanente e coletivo de discussão sobre os rumos a seguir no DF. Embora tenham ocorrido várias tentativas da direção do PT/DF de armar o partido para alguma discussão política (houve reuniões, seminários e outros fóruns), no geral essas iniciativas esgotaram-se na realização da atividade. Não produziram quase nenhum efeito prático de movimentação partidária e poucos resultados no tocante à organização e ao fortalecimento do PT local.
Minha avaliação pessoal sobre o partido nesses últimos dois anos é que acumulamos maiores fragilidades políticas; perdemos interlocução e presença dentre segmentos sociais historicamente vinculados ao partido e aprofundamos à fragmentação partidária. O ambiente petista em Brasília é de desânimo sobre o futuro do partido e há uma grande interrogação sobre os rumos a seguir.
Nos últimos dois anos acredito…

Arruda, o incompetente

O Correio Braziliense e os grandes (quais?) veículos de comunicação do DF não dão destaque ao fato, mas o governo de José Roberto Arruda (DEM, ex-PFL), aquele da violação do painel do Senado Federal, por pura incompetência, teve de devolver ao governo federal R$ 10 milhões do ProJovem referentes ao ano de 2007 e deixou de receber R$ 22 milhões referentes a 2008. Somando-se R$ 32 milhõesa menos para a juventude do DF.

O ProJovem é um programa do governo federal que tem por intuito capacitar jovens para o mercado de trabalho. Com o dinheiro que o governo Arruda "deixou escapar" 7.500 jovens poderiam ser capacitados, mas não foram.

Este ano a Secretaria de Desenvolvimento Social, comandada pela "demo" Eliana Pedrosa e responsável pelo programa no DF, terá apenas R$ 2 milhões de verba.


Foto: reprodução\Correio Braziliense

Babu expulso

Não vi destaque na imprensa sobre o fato, mas a comissão executiva nacional do PT decidiu ontem, por unanimidade, expulsar do partido o deputado estadual do Rio de Janeiro Jorge Babu.

O deputado é acusado de ter envolvimento com milícias.

Nota do partido aqui.

PSDB, a esfinge

Há algumas coisas pelas quais só os políticos e os jornalistas se interessam. Eleição para a presidência do Senado e da Câmara é uma delas, mas vamos lá, é a pauta do momento.
A eleição no Senado não está tão decidida como alguns jornalistas dizem (obs.: não leia o porta-voz Cláudio Humberto). O senador José Sarney (PMDB-AP) é favorito, mas a eleição é secreta. E como dizia Tancredo Neves, voto secreto dá uma vontade de trair.
Sarney acredita que a eleição está decidida a seu favor, caso contrário não teria decidido concorrer, mas a velha raposa também erra. Se fosse um político que acertasse sempre teria aceitado a candidatura há um ou dois meses. Se o tivesse feito não haveria disputa, mas Sarney negou que seria candidato pelo menos em cinco oportunidades e agora é candidato sem razão clara.
Sarney conta com o apoio em massa do ex-PFL (hoje DEM) e da maior parte do PMDB, mesmo com alguns dissidentes que votarão em Tião Viana (PT-AC). Dá como certa também o apoio do PSDB, mas é aí que …

Chatos

Considero todos os grupos religiosos chatos, mas nenhum é pior do que os ateus. Principalmente porque eles deveriam ser exatamente as tranquilos dentro do tema religioso. Não acreditam na existência em Deus, ponto, mas eles querem convencer as outras pessoas daquilo que eles acreditam, ou melhor, do que não acreditam.

A Atea, Associação Brasileira de Ateu e Agnósticos, planeja financiar publicidade que defenda seu ceticismo e criar um Dia do Orgulho Ateu. Leia aqui, no portal Terra.

Pra quê?

Já não basta católicos e protestante querendo converter as pessoas ao cristianismo? Agora ateu querem converter pessoas ao ateísmo?

Não me rotulo religiosamente, não me converto religiosamente e creio que ninguém deve ser descriminado por causa de suas crenças, mesmo que ela se baseie numa história que comece num jardim mágico com uma serpente falante.

A crise e o sindicalismo

O sindicalismo brasileiro viveu seu tempo áureo no final da década de 70 com as grandes greves do ABC paulista, que foram da maior importância para o enfraquecimento da ditadura militar e para a criação do Partido dos Trabalhadores (PT) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Depois da reabertura política, da insituição de eleições diretas para presidente e da estabilização da economia, com o plano Real, o sindicalismo perdeu o rumo do Brasil. Fico sem bandeiras que de fato falassem à sociedade, mas os sindicatos estão tendo um papel importantíssimo na defesa dos interesses dos trabalhadores no meio desta crise econômica.

Parabéns aos sindicatos e às centrais sindicais.

Mendigos mortos NA ASA SUL

Chego em Brasília de volta das férias e encontro como destaque das notícias locais os homicídios de dois mendigos na mesma praça onde, há 12 anos, o índio Pataxó Galdino dos Santos foi morto queimados por delinquentes de classe média da capital federal.

O destaque do fato recente no noticiário candango me faz lembrar da velha frase do falecido deputado Ulysses Guimarães: "Me espanto o espanto". Ora, classe média, estão achando o quê? Que é algo tão raro assim um mendigo ser morto ao léu? E nem estou falando daqueles que são assassinados de fome não, estou falando de morte matada mesmo. Não, classe média, não é.

O que dá destaque, então, à notícia? Ora, não é o fato, mas a localização. Não estou banalizando aqui a morte dos mendigos não, até porque esta já está banalizada, mas o que dá merecimento para a notícia estar nas primeiras páginas dos jornais locais, e até mesmo no Jornal Nacional, é a violência que foi cometida contra os tímpanos da classe média, obrigada a ouvir o so…

Alckmin será chefiado por Serra

Os principais blog políticos brasileiros anunciam que o ex-governador de São Paulo e ex-candidato derrotado à presidência da República e à prefeitura de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), foi convidado pelo atual governador do estado, José Serra (PSDB), a assumir a Secretaria de Desenvolvimento do estado e ele aceitou.

Assim, Alckmin, que sempre que se candidatou contra a vontade Serra perdeu, se colocará hierarquicamente abaixo de seu correligionário desafeto.

Uma belíssima jogada de José Serra.

Quem não deve estar gostando nada dessa história é o governador de Minas Gerais Aécio Neves (PSDB). Um dos seus argumentos na disputa interna que trava com José Serra para ser o candidato do partido em 2010 à presidência da República é a de que seu perfil seria mais aglutinador (Dado: 80% dos mineiros se dispõem a votar em Aécio para presidente). Porém, Serra, com essa jogada, consegue unir o PSDB paulista, o que realmente comanda a sigla, em torno de si. Fernandistas e covistas de braços dados…

Aposto com quem quiser

Anotem aí:

José Sarney não será candidato à presidência do Senado;Garibaldi Alves desistirá de sua candidatura ilegal;Tião Viana será eleito com muitos votos da oposição;Michel Temer será eleito na Câmara;Ainda no 1° semestre teremos uma pequena reforma ministerial.

O Maranhão é isto

O Maranhão é o Brasil. Ou melhor, o Brasil é o Maranhão”. A frase é de Eliane Cantanhêde, colunista da Folha de São Paulo, em texto publicado no início de janeiro. Estamos no dia 12 e eu volto a me perguntar: o que ela quis dizer com isso? Que o resto do Brasil também é assim: pobre, atrasado e corrupto? Sinto muito, mas discordo. Ah, não, caro leitor! Esse título ninguém vai nos roubar.

A nossa pobreza é mais pobre. Mais autêntica. Trata-se de um estilo. Uma vocação. Você duvida? Então pegue o mapa da desigualdade e ponha-o de cabeça para baixo. Você vai ver. Lá estamos nós, os maranhenses, seguindo à risca a máxima bíblica: “Os últimos serão os primeiros”. Somos os primeiros entre os últimos quando se fala de Enem, IDH, QI e outras siglas e índices. Isso não é fantástico? Como disse Marcelo Mirisola: “Basta um verniz pra ser feliz”. É bom saber que a gente dá goleada nos nossos hermanos brazucas em relação a uma série de coisas.

Quer mais um exemplo? Vamos lá. Veja a nossa política. D…

Pausa nas férias

Só paro minhas férias no Maranhão pra falar da atrocidade que ocorre na Faixa de Gaza.



Vamos parar de chamar aquilo de guerra. Não é. É, na verdade, um massacre. Um lado luta com mísseis teleguiado com GPS, tanques, fuzis e o outro com pedras, paus e foguetes artesanais.



O Estado de Israel comete grave crime contra a humanidade ao matar inocentes civis com a desculpa de querer desarmar o Hamas, grupo extremista palestino. Muitas das vítimas são crianças, que nada têm a ver com o irracional ódio que permeia o Oriente Médio. Muitas das sobreviventes acabarão compondo uma nova geração de radicais.



O desrespeito às Organização das Nações Unidas (ONU) por Israel, e pelos seus cúmplices Estados Unidos, reafirma a necessidade de uma nova ordem mundial, que faça justiça.

Pergunto: Seria mais justo um embargo econômico a Israel ou a Cuba?