Pular para o conteúdo principal

Indefinição do PT coloca decisão nas mãos de Danúbia

O futuro do PT na cidade foi o principal assunto nas rodas de conversa em Chapadinha na última semana e depois de tanta expectativa nada foi decidido.

Reunido na noite deste sábado (22) na presença do presidente estadual do partido, Raimundo Monteiro, e de lideranças petistas de várias cidades do Baixo Parnaíba, o diretório do PT de Chapadinha decidiu que só aceitará o convite da prefeita Danúbia Carneiro para integrar a administração municipal se todas as exigências do partido forem acatadas e os acordos previamente estabelecidos forem respeitados.

Segundo o presidente do diretório municipal, Francisco Paiva, a prefeita decidiu recuar da proposta, que já havia sido acordada, de dar ao PT a prerrogativa de indicar o secretário de Assistência Social e, por isso, os dirigentes da legenda deixaram de bater o martelo na reunião de ontem.

Para o vice-presidente, Zezinho Lima, o recuo inviabiliza a aliança. "A palavra dada tem que ser respeitada. Se aceitarmos entrar no governo nestes termos podemos criar precedente para outros acordos serem quebrados mais a frente", protesta.

A secretário-geral do partido, Maria Coelho, fez coro. "Ou fecharemos o acordo nos termos que já haviam sido acertados, ou voltamos a estaca zero", disse.

O convite da prefeita foi uma jogada política de quem demonstra habilidade e vontade de realmente dar uma cara nova a segunda metade do seu governo, mas é também arriscado. Depois de iniciado, processo não poderá ficar pela metade. Caso os entraves se mantenham e o acordo não seja fechado, a tendência natural é as principais lideranças do partido assumirem uma postura de oposição mais firme do que anteriormente.

Enquanto espera uma resposta da prefeita Danúbia Carneiro, o partido continuará mantendo diálogo com as demais forças políticas da cidade.

Comentários

Anônimo disse…
MARIANA NASCIMENTO

Foi acertada a decisão dos companheiros do diretório municipal, assim é o PT não tomamos decisões unilaterais, tudo entre nós é debatido a exaustão, temos um nome e uma SIGLA que para todos os verdadeiros petistas tem um valor inestimável, hoje todos querem ter a nossa estrela, mais tem que saber que para ter esta estrela também tem que aceitar o modo PT de administrar, onde o principal é o bem estar e a melhoria da qualidade modo vida dos menos favorecidos e excluídos, Os companheiros de Chapadinha não estão em busca de ser somente secretários no papel e ocupantes de salas e cadeiras sem execução de nada o que pretendem é executar políticas publicas que na sua maioria estão a disposição só falta ser aplicada coisa que os que hoje ai estão não tem feito.
Veremos agora a que ponto a Prefeita realmente tem vontade de acertar.
Anônimo disse…
"Minha dor é perceber, que apesar de termos feito tudo, tudo, tudo que fizemos, ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais..."

"E hoje eu sei que quem me deu a idéia de uma nova consciência e juventude, está em casa guardado por D... contando vil metal!!!"
herbert castelo branco disse…
Um verdadeira vergonha e falta de caráter. Os "sindicalistas" que antes defendiam os servidores públicos municipais agora defendem o desgoverno municipal de Magno e Dianúbia. Será que isso foi em troca do tão sonhado PCCS? Não quero acreditar nisso! E os trabalhadores? Vão ficar chupando picolé né.

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor de Chapadinha vai a Itapecuru prestar depoimento

O assassinato do empresário Pedro Lopes Fontenelle, em Vargem Grande, ainda é um mistério. Para ajudar a solucionar o caso o pastor Elias Lima, presidente da Assembleia de Deus em Chapadinha, se dirigiu à Delegacia de Itapecuru-Mirim na manhã desta terça-feira (02) para prestar depoimento.
O crime aconteceu na última quarta-feira (27) às margens da BR-222, em frente a uma propriedade que o pastor havia vendido para o empresário. O empresário foi executado com dois tiros e não levaram nada dele.
Segundo um genro do pastor, o irmão Ezequiel Douglas, ele não recebeu qualquer intimação para comparecer ao distrito policial que investiga o caso e se dirigiu de forma espontânea. “Como ninguém sabe quem são os autores nem a motivação do crime, cabe todos que tiveram algum contato recente com a vítima munir as autoridades policiais com toda informação que possa ajudar a solucionar o caso”, afirmou ao blog.
Pedro Lopes Fontenelle tinha 46 anos e atuava no ramo frigorífico em Vargem Grande.

Não Chamem Pra Mesma Mesa o Prefeito e o Cunhado Vereador

A confusão começou numa comemoração de família. Os dois conversavam com o nível etílico um pouco acima do recomendado quando o parlamentar externou suas preocupações com o rumo do governo e o prefeito reagiu contrariado quando ouviu o irmão da primeira-dama lhe dizer que se a eleição fosse hoje ele seria derrotado.
O problema aumentou durante uma recente posse de secretários no gabinete do prefeito. Parecia que ele já estava concluindo mais um dos seus longos discursos quando olhou o vereador entre os presentes e relembrou o diálogo afirmando não levar a sério o diagnóstico. Constrangendo o parlamentar, o prefeito disse que aquilo era conversa de quem estava com algo cheio de cachaça.
O vereador, é claro, não escondeu a contrariedade com a conversa, que havia acontecido em âmbito privado, ser tratada publicamente e principalmente com os termos que o prefeito usou na frente de outros parlamentares e membros da equipe de governo.
Pra piorar, ao saber das reclamações do vereador, o pre…

Top 20 prefeituráveis de 2020

Com metade do mandato do prefeito Magno Bacelar superado as articulações para a sua sucessão devem começar a esquentar e o Blog do Braga traz a lista com os 20 nomes mais cogitados para enfrentar a disputa municipal de 2020.
É possível que outros nomes sejam discutidos até as convenções do ano que e o mais provável é que três ou quatro sejam registrados pelos partidos políticos, mas os nomes mais especulados nas rodas de conversa da cidade e pelo grupos políticos locais até aqui são os seguintes:
Magno Bacelar: Apesar das três condenações com trânsito em julgado no Tribunal de Contas da União (TCU), não dá para deixar de considerar o nome do prefeito que está no cargo, principalmente considerando sua capacidade de se livrar de problemas jurídicos. Dificilmente conseguirá desfazer o atual desgaste do seu governo, mas tem a marca de ter sido o único prefeito reeleito de Chapadinha, em 2004.
Danubia Carneiro: Primeira-dama, ex-prefeita e secretária de Assistência Social. Parece mais inter…