Pular para o conteúdo principal

Íntegra do meu discurso de posse

Meus amigos e minhas amigas,

Vivemos um momento histórico de grande importância para o nosso país, para o nosso estado e para o nosso município. Durantes os oito anos do governo democrático e popular liderado pelo presidente Lula mais de 24 milhões de irmãos brasileiros deixaram a condição de pobreza extrema. Outros 31 milhões de brasileiros ascenderam à classe média. Juntos, esses números representam mais do que a população da França. Este é o tamanho da mobilidade social durante o governo Lula. Esta é a marca do PT.

O governo da presidente Dilma Rousseff, que visa manter este projeto, assume tendo como meta central a extinção da miséria do nosso país. Esta também será nossa obsessão no comando da Secretaria de Assistência Social.

O Maranhão tem a perspectiva de grande crescimento econômico nos próximos anos com a construção da Refinaria Premium da Petrobrás, o gás de Capinzal do Norte e o Nordeste sendo transformado no grande vetor de desenvolvimento na nacional. Assim, nosso partido, o Partido dos Trabalhadores, firmou aliança com a governadora Roseana Sarney, indicando o companheiro Washington Luiz como vice, para trabalharmos no sentido de fazer com que este desenvolvimento chegue para todas as classes sociais.

Neste trabalho, nossa região merece atenção especial. Chapadinha é a principal cidade da região mais pobre do nosso Maranhão, um dos estados com o maior índice de miséria em todo o país. Este é o tamanho do desafio que estou assumindo hoje, mas maior do que este desafio o potencial da nossa cidade e do nosso povo. Por isso lhes digo, parafraseando o ex-presidente Bill Clinton, que temos problemas, mas que não há nada de errado em Chapadinha que não possa ser consertado pelo que há de melhor em Chapadinha.


Ao convidar o PT para este composição, a prefeita mostrou que é uma pessoa de visão, uma pessoa que se preocupa com a geração de emprego e a justiça social. Danúbia abriu as portas do seu governo, com toda a confiança, com muita responsabilidade, de ambos os lados, para a participaçao do PT.

O acordo que ora firmamos com a prefeita Danúbia Carneiro é fruto de um longo processo de debates e negociações. Quando ela nos procurou pela primeira vez, eu não acreditava que chegaríamos a um consenso, mas os dois lados tiveram responsabilidade e se esforçaram para que houvesse um entendimento que beneficiasse nosso município. Apresentamos uma pauta de reivindicações com sete pontos que vão desde a realização de audiências públicas para prestação de contas e orientação das ações do governo até o fortalecimento do Conselho do Plano Diretor, passando pelo aumento do repasse para o FIA e melhoramento urgente da Saúde pública. Todos foram prontamente aceitos pela prefeita.

Assim, decidimos pela composição, não por concordarmos com tudo que aconteceu no governo até aqui, mas exatamente para ajudarmos a dar uma guinada no governo no caminho da melhoria dos serviços públicos. Quando à assistência social, ela deve ser fortalecida e exercida pela condição de pobreza na qual vive nosso povo, mas a nossa principal tarefa é fazer com que cada vez menos pessoas precisem de assistência social.

Antes de terminar, devo citar duas pessoas que não poderiam faltar no meu discurso. A primeira é a pessoa mais importante do mundo: Gabriela Basílio Braga, minha filha, quem tenho sempre no pensamento. É nela que eu penso a cada ação para que, quando cresça, ela tenha orgulho do pai que tem.

Outra pessoa é a secretária Rejamara, que realizou um grande trabalho frente à secretaria, e teve a maturidade e a consciência necessária sobre a importância desta composição política

Prefeita Danúbia Carneiro, sacramentado o acordo, a senhora pode contar conosco sempre com o espírito de lealdade e companheirismo. Agradeço a confiança depositada em mim pela prefeita, pelo vice-governador e pelo meu partido. Sei da expectativa criada com a minha nomeação, sei da responsabilidade e sei também que não os decepcionarei.

Muito obrigado a todos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor de Chapadinha vai a Itapecuru prestar depoimento

O assassinato do empresário Pedro Lopes Fontenelle, em Vargem Grande, ainda é um mistério. Para ajudar a solucionar o caso o pastor Elias Lima, presidente da Assembleia de Deus em Chapadinha, se dirigiu à Delegacia de Itapecuru-Mirim na manhã desta terça-feira (02) para prestar depoimento.
O crime aconteceu na última quarta-feira (27) às margens da BR-222, em frente a uma propriedade que o pastor havia vendido para o empresário. O empresário foi executado com dois tiros e não levaram nada dele.
Segundo um genro do pastor, o irmão Ezequiel Douglas, ele não recebeu qualquer intimação para comparecer ao distrito policial que investiga o caso e se dirigiu de forma espontânea. “Como ninguém sabe quem são os autores nem a motivação do crime, cabe todos que tiveram algum contato recente com a vítima munir as autoridades policiais com toda informação que possa ajudar a solucionar o caso”, afirmou ao blog.
Pedro Lopes Fontenelle tinha 46 anos e atuava no ramo frigorífico em Vargem Grande.

Não Chamem Pra Mesma Mesa o Prefeito e o Cunhado Vereador

A confusão começou numa comemoração de família. Os dois conversavam com o nível etílico um pouco acima do recomendado quando o parlamentar externou suas preocupações com o rumo do governo e o prefeito reagiu contrariado quando ouviu o irmão da primeira-dama lhe dizer que se a eleição fosse hoje ele seria derrotado.
O problema aumentou durante uma recente posse de secretários no gabinete do prefeito. Parecia que ele já estava concluindo mais um dos seus longos discursos quando olhou o vereador entre os presentes e relembrou o diálogo afirmando não levar a sério o diagnóstico. Constrangendo o parlamentar, o prefeito disse que aquilo era conversa de quem estava com algo cheio de cachaça.
O vereador, é claro, não escondeu a contrariedade com a conversa, que havia acontecido em âmbito privado, ser tratada publicamente e principalmente com os termos que o prefeito usou na frente de outros parlamentares e membros da equipe de governo.
Pra piorar, ao saber das reclamações do vereador, o pre…

Top 20 prefeituráveis de 2020

Com metade do mandato do prefeito Magno Bacelar superado as articulações para a sua sucessão devem começar a esquentar e o Blog do Braga traz a lista com os 20 nomes mais cogitados para enfrentar a disputa municipal de 2020.
É possível que outros nomes sejam discutidos até as convenções do ano que e o mais provável é que três ou quatro sejam registrados pelos partidos políticos, mas os nomes mais especulados nas rodas de conversa da cidade e pelo grupos políticos locais até aqui são os seguintes:
Magno Bacelar: Apesar das três condenações com trânsito em julgado no Tribunal de Contas da União (TCU), não dá para deixar de considerar o nome do prefeito que está no cargo, principalmente considerando sua capacidade de se livrar de problemas jurídicos. Dificilmente conseguirá desfazer o atual desgaste do seu governo, mas tem a marca de ter sido o único prefeito reeleito de Chapadinha, em 2004.
Danubia Carneiro: Primeira-dama, ex-prefeita e secretária de Assistência Social. Parece mais inter…