Pular para o conteúdo principal

O armário vai se abrindo e quem está lá dentro quer rebaixar todos ao seu nível

Adivinha quem está aí dentro
Nos últimos dias, a política de Chapadinha ganhou um novo ringue virtual da luta política do município. O "Fórum de discussão da situação atual de Chapadinha", no Facebook. Sem medo de polêmica, tenho participado ali de alguns debates e causado a ira daqueles que discordam das minhas opiniões. Paciência. 

Quem tem coragem de tomar posição não pode reclamar de ser criticado por isso, mas nem por isso tem que aguentar calado quando distorcem as palavras para tentar denegrir a imagem das pessoas.

Parece que as recentes matérias do Blog do Cesar Bello sobre a política de Chapadinha iniciaram um vale-tudo que não ajuda em nada a melhorar as condições de vida do nosso povo e, por isso, nem cheguei a tocar no assunto neste Blogue. 

Colocando a responsabilidade sobre os ombros de um vereador do município, o tal blogueiro faz acusações graves contra uma pré-candidata a prefeita do grupo de oposição ligado ao ex-prefeito Isaías Fortes (notem a ausência de vírgula entre as palavras "oposição" e "ligado") que vão desde sonegação de impostos e emissão de notas frias até repulsa à presença do povo em sua casa. 

Além dessas graves acusações, o blogueiro relata supostas intimidades entre o vereador e a pré-candidata, que não interessam ao debate público e às quais nunca me referi. Mesmo assim, o escriba mais apaixonado do grupo de oposição ligado ao ex-prefeito Isaías Fortes, tenta agora imputar a mim as práticas que lhe são corriqueiras.

O apaixonado, que tem cada vez mais dificuldade em omitir sua posição política, já chegou a publicar matéria em seu próprio blog sobre processo judicial de pensão alimentícia contra o líder do grupo político ao qual ele se opõe e agora vem acusar a mim de baixarias. Eu tenho tanto horror a este tipo de instrumento na luta política que nem o seu blog, nem o blog do Cesar Bello sequer figuram entre os links indicados do Blogue do Braga. 

Não conseguirá me igualar a ele.

Conheci a pré-candidata há pouco mais de um ano e desde então tenho uma relação de respeito com ela e com outros membros do seu grupo. A disputa, se houver, ficará sempre no campo político e nunca no pessoal.


Erro tático grave

Se as acusações contra a pré-candidata tem alguma base, elas deveriam ser feitas à Justiça e não publicadas num blog permeadas de pormenores pessoais que desviam a atenção das denúncias, lhes tira credibilidade e arma o adversário.

De qualquer forma, as acusações abalam a confiança de quem achava que a campanha (que ainda nem começou) seria um passeio. Nada está definido, nem mesmo quem serão os candidatos.



Programa de governo. Alguém sabe? Alguém viu?

Enquanto a pré-campanha parece desbancar para a baixaria, não se tem notícia de qualquer partido ou pré-candidato (do governo, da oposição, da 3ª via ou qualquer outro) debatendo um programa de governo para os próximos quatro anos de Chapadinha. Lamentável.

Comentários

Francisco Barros disse…
Taí uma postura sensata, coerente e madura.
Se todos os blogueiros de Chapadinha comungassem do mesmo pensamento, o rumo do debate político seria outro.
Seu blogue passará a ser uma das minhas leituras diárias.
Almir Moreira disse…
Como sempre, a lucidez abundante em seu pensamento. Sensato, franco e honesto. A refrega politica é inerente ao processo, mas tudo no campo do debate das ideias, vc sabe se posicionar, parabéns. Sua politica, politiza...

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor de Chapadinha vai a Itapecuru prestar depoimento

O assassinato do empresário Pedro Lopes Fontenelle, em Vargem Grande, ainda é um mistério. Para ajudar a solucionar o caso o pastor Elias Lima, presidente da Assembleia de Deus em Chapadinha, se dirigiu à Delegacia de Itapecuru-Mirim na manhã desta terça-feira (02) para prestar depoimento.
O crime aconteceu na última quarta-feira (27) às margens da BR-222, em frente a uma propriedade que o pastor havia vendido para o empresário. O empresário foi executado com dois tiros e não levaram nada dele.
Segundo um genro do pastor, o irmão Ezequiel Douglas, ele não recebeu qualquer intimação para comparecer ao distrito policial que investiga o caso e se dirigiu de forma espontânea. “Como ninguém sabe quem são os autores nem a motivação do crime, cabe todos que tiveram algum contato recente com a vítima munir as autoridades policiais com toda informação que possa ajudar a solucionar o caso”, afirmou ao blog.
Pedro Lopes Fontenelle tinha 46 anos e atuava no ramo frigorífico em Vargem Grande.

Não Chamem Pra Mesma Mesa o Prefeito e o Cunhado Vereador

A confusão começou numa comemoração de família. Os dois conversavam com o nível etílico um pouco acima do recomendado quando o parlamentar externou suas preocupações com o rumo do governo e o prefeito reagiu contrariado quando ouviu o irmão da primeira-dama lhe dizer que se a eleição fosse hoje ele seria derrotado.
O problema aumentou durante uma recente posse de secretários no gabinete do prefeito. Parecia que ele já estava concluindo mais um dos seus longos discursos quando olhou o vereador entre os presentes e relembrou o diálogo afirmando não levar a sério o diagnóstico. Constrangendo o parlamentar, o prefeito disse que aquilo era conversa de quem estava com algo cheio de cachaça.
O vereador, é claro, não escondeu a contrariedade com a conversa, que havia acontecido em âmbito privado, ser tratada publicamente e principalmente com os termos que o prefeito usou na frente de outros parlamentares e membros da equipe de governo.
Pra piorar, ao saber das reclamações do vereador, o pre…

Top 20 prefeituráveis de 2020

Com metade do mandato do prefeito Magno Bacelar superado as articulações para a sua sucessão devem começar a esquentar e o Blog do Braga traz a lista com os 20 nomes mais cogitados para enfrentar a disputa municipal de 2020.
É possível que outros nomes sejam discutidos até as convenções do ano que e o mais provável é que três ou quatro sejam registrados pelos partidos políticos, mas os nomes mais especulados nas rodas de conversa da cidade e pelo grupos políticos locais até aqui são os seguintes:
Magno Bacelar: Apesar das três condenações com trânsito em julgado no Tribunal de Contas da União (TCU), não dá para deixar de considerar o nome do prefeito que está no cargo, principalmente considerando sua capacidade de se livrar de problemas jurídicos. Dificilmente conseguirá desfazer o atual desgaste do seu governo, mas tem a marca de ter sido o único prefeito reeleito de Chapadinha, em 2004.
Danubia Carneiro: Primeira-dama, ex-prefeita e secretária de Assistência Social. Parece mais inter…