Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2018

Câmara de Chapadinha fez o que precisava ser feito (com dois anos de atraso)

Felizes seriam os quinze vereadores de Chapadinha e toda a população se fosse possível extinguir todos os tributos e garantir salários e serviços públicos de graça, mas o mundo real não permite que discursos demagógicos sejam implementados sem o acompanhamento de catástrofes econômicas.
Municípios como Chapadinha sobrevivem quase exclusivamente de recursos transferidos pelos governos federal e estadual. A arrecadação local é muito pequena, e só não é menor graças ao Código Tributário aprovado (por unanimidade) no governo da ex-prefeita Belezinha, que hoje viu os vereadores do seu grupo político votarem contra as medidas de contenção da crise enviadas à Câmara pela Prefeitura Municipal.
É sempre bom lembrar e alertas: Houve reajustes de impostos no governo Belezinha, houve reajustes de impostos no governo Magno e haverá reajuste de impostos no próximo governo se os repasses federais continuarem no ritmo atual. Pode ser quem for o prefeito e os quinze vereadores (talvez alguns dos que…

Jovens chapadinhenses se destacam com talento na fotografia

O ano de 2018 vai se encerrando como um ciclo de vitórias para a dupla Júlio Araújo e Maurilenny Costa. O casal por trás da “Juma”se firmou como referência de fotografia artística exibindo as belezas chapadinhenses com talento e técnica apurada.
Aproximados pelo interesse em comum em fotografar, Júlio e Maurilenny apenas se divertiam com o hobby até comprarem uma câmera profissional e começarem a fazer os primeiros ensaios. Iam pelas redes sociais convidando algumas pessoas e essas acabaram sendo as maiores divulgadoras do seu trabalho.
Aos poucos eles foram empurrados pelo próprio talento para assumir a atividade como fonte de renda e passaram a se dedicar a uma rotina de estudos online, prática constante e investimento em equipamento e softwares para a pós-produção dos ensaios. Assim nasceu a Juma Fotografia.
O perfil que eles mantém no Instagram (link no final da matéria) serve para que os seus seguidores possam acompanhar desde pequenos making ofs até algumas fotografias dos ens…

O melhor e o pior prefeito

Quem viveu em Chapadinha o alvorecer do século XXI se impressionou com a mudança trazida pelas gestões do Dr Magno Bacelar. Do atraso para o pagamento adiantado, avenidas recebiam asfalto pela primeira vez depois de décadas, de quatro professores graduados a rede municipal de ensino pulou para mais trezentos com apenas um convênio entre a Prefeitura e a Universidade Estadual do Piauí (Uespi), postos de saúde eram inaugurados em diferentes bairros e o atendimento hospitalar era satisfatório. Foram oito anos tão bem administrados que ele conseguiu fazer como sua sucessora a ex-vereadora Danubia Carneiro, que era muito rejeitada na época.
Então como é possível que este mesmo cidadão lidere hoje uma administração tão rejeitada no mesmo município onde antes ele era cogitado até para disputar o governo do estado? Por que até os servidores públicos tão priorizados voltam a ver salários sendo atrasados. O que foi que mudou?

Simples: “É a economia, estúpido”. Magno governou oito anos consecut…

Ou a taxa de iluminação será atualizada agora, ou continuaremos no escuro por mais um ano

Há mais de um mês escrevi aqui sobre o assunto e agora volto a ele fazendo uma súplica ao governo municipal e à Câmara de Vereadores: Apreciem o projeto de atualização da Contribuição de Iluminação Pública (CIP) e nos tirem do escuro.
Não há energia elétrica grátis. Nem nos mais 10 mil postes do município, nem na belíssima ornamentação natalina que as praças receberam. Ainda assim, o município de Chapadinha vai completar nove anos sem atualizar a CIP e o preço da energia elétrica mais do que dobrou neste período. O resultado é o completo esgotamento da capacidade da Prefeitura realizar a manutenção da rede. Ao invés de receber da Cemar o que sobrava da CIP depois de descontado o consumo dos pontos de iluminação pública, a gestão municipal está tendo que pagar à empresa concessionária o quanto o consumo tem extrapolado da arrecadação.
O município está numa encruzilhada da qual ele não sairá sem crítica. Ou aumentará o valor que nós consumidores pagamos de CIP ou manterá as ruas escuras t…

Governo do Maranhão decide entregar UPA à Prefeitura de Chapadinha

O governo do Maranhão já comunicou oficialmente à Prefeitura de Chapadinha a decisão de entregar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para a gestão municipal a partir do dia 1º de janeiro de 2019.
Em ofício dirigido ao prefeito Magno Bacelar, o secretário estadual de Saúde Carlos Lula justifica a decisão como consequência da inauguração do Hospital Regional de Chapadinha, ocorrida no dia 11 de agosto de 2018, e se compromete em repassar R$ 200 mil para ajudar a manutenção da unidade.
A UPA de Chapadinha tem classificação de porte 2 e foi construída com R$ 3,1 milhões do governo federal, mas não abriu as portas até o dia 29 de março de 2017 porque o município não tinha condições de manter o custeio da unidade. Foi quando intervenção do deputado estadual Levi Pontes convenceu o governo do Maranhão a assumir a administração da UPA e investir mais R$ 1 milhão por mês para que a população recebesse o serviço de pronto atendimento.
Ouvida pelo Blog, a secretária municipal de Saúde Mônica P…

Chapadinha receberá R$ 1,3 milhão adicional nesta sexta-feira

O repasse adicional de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de dezembro deve ser depositado até às 18h desta sexta-feira, 07 de dezembro, nas contas das prefeituras de todo o país. A previsão da Confederação Nacional de Municípios (CNM) é de que o montante recebido por Chapadinha seja de mais de um milhão e trezentos mil reais (R$ 1.336.620,37 em número exatos). O valor é 6,67% maior do que o recebido pela prefeitura no mesmo adicional de 2017.
O montante não interfere na parcela regular a ser transferida no dia 10 e deve ajudar a administração a manter os salários dos servidores em dia. Sobre este valor não incide retenção automática para o Fundeb, sendo de livre utilização do gestor, nos termos da lei.
No acumulado de janeiro até novembro de 2018 o FPM de Chapadinha recebeu R$ 28,2 milhões (R$ 28.284.492,47). Um valor 6,2% maior do que no mesmo período do ano passado.
Com informações do Portal CNM

Médicos começam a se apresentar para substituir os cubanos em Chapadinha

Segundo a Secretaria de Saúde de Chapadinha (Semus), seis médicos já se apresentaram para substituir os 16 médicos cubanos que deixaram o município após recente decisão do presidente eleito Jair Bolsonaro de descontinuar a parceria do Brasil com Cuba no âmbito do programa Mais Médicos.
Os demais médicos têm até o dia 14 de dezembro para se apresentar à Semus, data na qual o órgão definirá o local de trabalho de cada um deles. Os médicos que se apresentarem antes deverão ter a preferência na escolha.
Os médicos assinarão contrato de 36 meses, receberão do governo federal o valor mensal de R$ 10.513,01 e deverão cumprir jornada de 40 horas semanais nos postos de saúde para onde foram designados.

Neto Pontes: "Dr Magno, preste atenção que o dinheiro é do povo"

O vereador Neto Pontes (SD) não economizou nas críticas ao governo municipal durante a sessão ordinária de hoje (27) da Câmara Municipal.
Segundo o parlamentar, o prefeito Magno Bacelar, que está em Brasília, tem se omitido das suas responsabilidades e a população cada vez mais tem feito o que seria obrigação do poder público. Um dos exemplos lembrados foi o conjunto de quebra-molas construído na avenida Ataliba Vieira de Almeida por meio da contribuição de comerciantes da região. “Chapadinha está quase virando um presépio de tanto a população fazer ‘vaquinhas’ para resolver problemas que a Prefeitura deveria estar resolvendo”, afirmou o parlamentar.
Lamentando ter feito parte da eleição do prefeito municipal, o vereador reclamou ainda da demora em entregar a reforma da rodoviária municipal, em obra há 277 dias, quando o prazo legal era de 90 dias, e o uso de madeira de péssima qualidade em reparos paliativos na ponte da Mangabeira. “Eu trabalho com madeira na Gincol e posso afirmar …

Câmara de Chapadinha homenageia 16 médicos cubanos que deixam o município

O clima de emoção apareceu em vários dos discursos feitos na tarde desta sexta-feira (23) no plenário João Batista Barros. Vários do médicos cubanos estiveram presentes na sessão solene realizada pela Câmara Municipal, por iniciativa do vereador Luís Barbeiro, em homenagem e agradecimento pelo serviço que eles prestaram em Chapadinha.
A secretária de Saúde Mônica Pontes representou o prefeito na cerimônia e esteve acompanhada da coordenadora do programa no município, Marjorie Mesquita, e do membro do Conselho Municipal de Saúde Reginaldo Correia. Além deles, os vereadores Marcely Gomes, Netinho Gedeão, Alberto Carlos e Marcelo Menezes se somaram aos elogios feitos aos profissionais que já foram desligados dos postos de saúde, assim como os ex-vereadores Emerson Aguiar e Luiz Eduardo Braga, editor deste blog.
Segundo a coordenadora do programa, Chapadinha tem a confirmação de dois médicos que tenham se inscrito para preencher as 16 vagas abertas com as saídas dos cubanos. Após a conclusã…

Live do Prefeito: Fim das 13 horas, 13º pra quase todo mundo e salário dos contratados quando der

O prefeito de Chapadinha, Dr Magno Bacelar, realizou hoje transmissão ao vivo no seu Facebook para anunciar o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos servidores efetivos do município.
Os funcionários da Secretaria de Educação receberão agora apenas 40% do valor, e não os 50% previstos em lei e disponibilizados aos demais, mas ainda estão melhor que os aposentados e pensionistas dos IPC, que terão que esperar o dia 30 de novembro, quando a folha do mês começará a ser feita e o 13º deles poderá (ou não) ser pago dentro do prazo legal.
O valor pago hoje foi de R$ 1.958.000,00 (um milhão novecentos e cinquenta e oito mil reais), segundo o próprio prefeito, que durante o vídeo falou acompanhado sobre a crise econômica, pediu paciência aos servidores contratados da Secretaria de Educação que ainda não receberam seus salários de outubro e afirmou que os pagará assim que houver recursos em caixa para esta finalidade.
O prefeito estava acompanhado das secretárias de Educação, Vânia …

TCU e TSE: Os principais adversários de Magno e Belezinha

Se o resultado das eleições estaduais fortaleceu politicamente as posições do prefeito e da ex-prefeita como líderes dos maiores grupos do município, ambos olham para as eleições de 2020 com indefinições de origem jurídica.
No site do Tribunal de Contas da União (TCU) consta a informação de ser impossível a emissão certidão para fins eleitorais com o nome de Magno Bacelar devido três condenações na corte com trânsito em julgado. Pela atual legislação, as sentenças o manterão inelegível até 2025. Não falta qualidade à assessoria jurídica do prefeito, que já lhe livrou de problemas similares, mas três condenações não é pouca coisa.

Belezinha, por outro lado, continua respondendo ao processo por compra de voto pelo qual foi condenada na primeira instância. Apesar de ter obtido sucesso recorrendo ao Tribunal Regional do Eleitoral (TRE/MA), conhecido por decisões “exóticas”, é muito difícil que uma denúncia com provas tão robustas seja ignorada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em Br…

Iluminação pública: mais um ano na escuridão?

No final do ano passado muito se discutia sobre a iluminação das ruas de Chapadinha. Com oito anos sem atualização da Contribuição de Iluminação Pública (CIP) e seguidos reajustes no preço pago pela Prefeitura à Cemar pelo serviço, o município perdeu a capacidade de investimento e manutenção da rede.
Com ruas escuras em todos os bairros, o poder executivo municipal tentou até o último dia do ano aprovar na Câmara Municipal proposta de atualização que repunha a perda do período sem reajuste, mas forte reação nas redes sociais fez os vereadores sinalizarem que rejeitariam o projeto e ele foi retirado de pauta para que pudesse ser melhor discutido durante 2018 e entrasse em vigor em 2019.
Nós já estamos em novembro e até agora não houve discussão pública sobre o assunto, que é de interesse de todos. O valor do consumo dos pontos de iluminação pública permanece maior do que aquilo que é arrecadado pela Cemar nas nossas contas mensais. Ao invés de repassar para a Prefeitura o valor que so…

FPM de Chapadinha cresce acima da inflação

Os recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) destinados a Chapadinha de janeiro a outubro de 2018 têm crescimento de 8,38% em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados disponíveis no Demonstrativo de Distribuição de Arrecadação do Banco do Brasil.
Em números absolutos, o município já recebeu nesta rubrica mais de R$ 15,5 milhões contra R$ 14,3 milhões nos dez primeiros meses de 2017. O aumento está bem acima da inflação acumulada dos últimos doze meses, que é de 4,5%.
Os números representam uma reversão na tendência de queda apresentada em 2017, que havia sido de 4,23%, e tem grande relevância pelo fato do recurso não ter destinação específica. Com R$ 1.204.884,07 a mais nos cofres, os serviços públicos devem apresentar significante melhora.

E O TAL DO MUNDO NÃO SE ACABOU... NEM VAI SE ACABAR

Anunciaram e garantiram que o mundo ia se acabar para quem discorda do capitão Jair Bolsonaro com sua eleição para Presidência da República, mas nós ainda estamos aqui e sem nenhuma disposição para deixar a luta em defesa do que acreditamos, apesar das incertezas que nos cercam.
É incerto o futuro de um país cujo presidente eleito faz três pronunciamentos na noite da vitória com três mensagens diferentes. Ora, de improviso, mantendo o tom de confronto com os derrotados, ora, lendo, falando em compromisso com a Constituição e a democracia.
Não é provável que haja ditadura no Brasil no próximo período. Claro que pelo desejo do presidente eleito sua posse já seria com um Congresso fechado, imprensa controlada e adversários cassados, mas nada disso é necessário para implementar o projeto de poder vencedor. Você sabe de quem é o projeto vencedor e ele não é de Bolsonaro, um ex-militar medíocre que mistura traços de Jânio Quadros com Fernando Collor.
Diferentemente dos outros dois, ele nã…

Um museu de grandes novidades

Este segundo turno presidencial é a disputa entre dois momentos do passado brasileiro. Sem ninguém olhar pra frente, Fernando Haddad representa os anos do governo Lula/Dilma e Jair Bolsonaro o tempo da ditadura militar.
Ontem, em evento no Rio de Janeiro o ex-capitão do Exército confessou que sua intenção é fazer o Brasil voltar a ser o que era há 40 ou 50 anos atrás. Talvez hoje ou amanhã a sua campanha desminta o vídeo gravado dizendo que estava fora de contexto, mas vale lembrar: Na ditadura militar, mais de 30% da população era analfabeta, a expectativa de vida era menos de 60 anos e a mortalidade infantil era maior do que hoje em Guiné ou Moçambique.
Está pouco? Escolha outro tema. Sem o SUS, só tinha acesso a consultas, exames e cirurgias quem tinha carteira assinada. As grandes cidades incharam e houve forte favelização. A marginalização de então levou à organização do crime de hoje.
A ditadura caiu explodindo o orçamento público, deixando o pais endividado e com um inflação …

Ainda sobre eleições: Governo e oposição comemoram em Chapadinha

O resultado das eleições parlamentares é sempre tido como termômetro do que pode ser a disputa pela Prefeitura dois anos depois e é nisso que já está a cabeça das principais lideranças políticas de Chapadinha.
Belezinha não deu espaço pra ninguém e com votação consagradora no município manteve a condição de representante da oposição ao desgastado governo municipal. A candidata com mais votos para deputada estadual na história de Chapadinha havia sido Isamara Menezes (9.327 votos) numa disputa polarizada com Magno Bacelar (9.220 votos) em 2010. Pois desta vez Belezinha alcançou a impressionante marca de 12.403 votos.
O governo, por outro lado, deixou claro desde o início que não estava preocupado com a eleição de deputados estaduais. O prefeito Magno Bacelar teve lideranças do seu grupo político apoiando Dr Levi Pontes, Paulo Neto, Marcos Caldas, Fábio Braga, Pará Figueiredo e até Soliney Silva, somando 13.417 votos entre estes candidatos no município. A preocupação dele e da primeira…

Nada contra Haddad, mas...

Ao tempo que escrevo parece evidente que o segundo turno se dará entre Fernando Haddad e Jair Bolsonaro. Testaremos quem é mais odiado, o petismo ou o fascismo. De uma maneira ou de outra, seguirá a crise.

Fernando Haddad é um homem sério, honrado e preparado, mas ao concorrer à reeleição para a Prefeitura de São Paulo viu o números de votos brancos e nulos (1.155.850) ultrapassar a quantidade de eleitores que queriam vê-los por mais quatro anos no cargo (967.190). E olha que o PT tinha a sua disposição para substituir Lula um nome como o de Jaques Wagner, que derrotou o carlismo na Bahia, foi reeleito, fez o sucessor, tem tudo para fazer seu grupo ganhar de novo o governo e as vagas de Senado.

O PT preferiu Haddad porque nunca fez uma autocrítica sobre ter aceito a imposição do nome de Dilma em 2010. Era óbvio que ela não tinha o preparo político para o cargo e acabou dando no que deu. Outro neófito ser escolhido agora não põe o país em risco apenas de legitimar a agenda neoliberal …

Pra não dizer que não falei de Magnúbia

Por Alexandre Pinheiro 
As dificuldades que o governo Magno Bacelar enfrenta dispensam enumeração de tão notórias. Neste primeiro texto – ainda não entre nas causas e consequências da forma como Chapadinha é governada atualmente – analiso de forma breve, mas com a seriedade que o momento requer e dividindo em grupos de interesse como sendo oposição versus governistas e a parcela da população que não tem vínculo partidário.
A oposição explora como se não houvesse amanhã e como se não tivesse mazelas no passado recente em que teve a oportunidade de fazer diferente e não fez, tá no papel dela. E poderia fazer melhor se no meio dela (oposição) tivesse mais gente com vontade de fiscalizar, buscar a verdade profunda e produzir críticas pertinentes e menos aqueles tipos que usam de ataques violentos como senha para tentar entrar no governo. 
Ao povo que não é do ramo da política partidária e nada ganha com degaste deste ou daquele grupo em benefício de outro, interessa a solução dos problemas …

DEPOIS DA COPA A GENTE CONVERSA

O deputado fascista que hoje lidera as pesquisas não chegará ao segundo turno e metade de quem hoje diz apoiá-lo terá vergonha de ter pensado em votar nele. Seu apoio vem de uma justa, porém difusa, sensação de indignação que todo brasileiro tem, mas passado o São João e a Copa do Mundo o debate começará de verdade e o eleitor será obrigado a encarar o constrangedor despreparo deste senhor. Candidatos com algum currículo e preparo já se movimentam para herdar estes votos.