Pular para o conteúdo principal

Ainda sobre eleições: Governo e oposição comemoram em Chapadinha



O resultado das eleições parlamentares é sempre tido como termômetro do que pode ser a disputa pela Prefeitura dois anos depois e é nisso que já está a cabeça das principais lideranças políticas de Chapadinha.

Belezinha não deu espaço pra ninguém e com votação consagradora no município manteve a condição de representante da oposição ao desgastado governo municipal. A candidata com mais votos para deputada estadual na história de Chapadinha havia sido Isamara Menezes (9.327 votos) numa disputa polarizada com Magno Bacelar (9.220 votos) em 2010. Pois desta vez Belezinha alcançou a impressionante marca de 12.403 votos.

O governo, por outro lado, deixou claro desde o início que não estava preocupado com a eleição de deputados estaduais. O prefeito Magno Bacelar teve lideranças do seu grupo político apoiando Dr Levi Pontes, Paulo Neto, Marcos Caldas, Fábio Braga, Pará Figueiredo e até Soliney Silva, somando 13.417 votos entre estes candidatos no município. A preocupação dele e da primeira-dama Danúbia Carneiro era entregar os 5 mil votos que prometeram ao deputado federal Victor Mendes e chegaram a 4.932 votos.

Mas a principal vitória de Magno Bacelar e Belezinha está no fracasso de quem poderia quebrar a polarização entre eles. O ex-vereador Eduardo Sá teve votação abaixo do esperado para deputado federal (4.584 votos), o ex-prefeito Isaías Fortes foi quem saiu mais enfraquecido tendo dado apenas 1.140 votos para seu candidato a deputado estadual. O deputado Paulo Neto teve votação muito abaixo da zoada e do investimento feito no município, perdendo inclusive para o deputado Levi Pontes, alvo de pesquisas falsas na reta final da campanha. Apesar da boa votação em Chapadinha, não conseguiu os votos em outros municípios para mais um mandato e dependeria do apoio do governador Flávio Dino.

O vice-prefeito Talvane Hortegal, com a eleição da filha Thaisa Hortegal para deputada estadual e sólida votação no município (3.037), talvez seja quem mais possa pensar em desafiar a dupla.

Olhando de hoje, e sempre lembrando que a política muda muito rápido, as votações de deputados parecem dizer que a Prefeitura será disputada em 2020 por Belezinha e pelo prefeito Magno Bacelar, se o TSE e TCU deixarem os dois livres para isso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor de Chapadinha vai a Itapecuru prestar depoimento

O assassinato do empresário Pedro Lopes Fontenelle, em Vargem Grande, ainda é um mistério. Para ajudar a solucionar o caso o pastor Elias Lima, presidente da Assembleia de Deus em Chapadinha, se dirigiu à Delegacia de Itapecuru-Mirim na manhã desta terça-feira (02) para prestar depoimento.
O crime aconteceu na última quarta-feira (27) às margens da BR-222, em frente a uma propriedade que o pastor havia vendido para o empresário. O empresário foi executado com dois tiros e não levaram nada dele.
Segundo um genro do pastor, o irmão Ezequiel Douglas, ele não recebeu qualquer intimação para comparecer ao distrito policial que investiga o caso e se dirigiu de forma espontânea. “Como ninguém sabe quem são os autores nem a motivação do crime, cabe todos que tiveram algum contato recente com a vítima munir as autoridades policiais com toda informação que possa ajudar a solucionar o caso”, afirmou ao blog.
Pedro Lopes Fontenelle tinha 46 anos e atuava no ramo frigorífico em Vargem Grande.

Não Chamem Pra Mesma Mesa o Prefeito e o Cunhado Vereador

A confusão começou numa comemoração de família. Os dois conversavam com o nível etílico um pouco acima do recomendado quando o parlamentar externou suas preocupações com o rumo do governo e o prefeito reagiu contrariado quando ouviu o irmão da primeira-dama lhe dizer que se a eleição fosse hoje ele seria derrotado.
O problema aumentou durante uma recente posse de secretários no gabinete do prefeito. Parecia que ele já estava concluindo mais um dos seus longos discursos quando olhou o vereador entre os presentes e relembrou o diálogo afirmando não levar a sério o diagnóstico. Constrangendo o parlamentar, o prefeito disse que aquilo era conversa de quem estava com algo cheio de cachaça.
O vereador, é claro, não escondeu a contrariedade com a conversa, que havia acontecido em âmbito privado, ser tratada publicamente e principalmente com os termos que o prefeito usou na frente de outros parlamentares e membros da equipe de governo.
Pra piorar, ao saber das reclamações do vereador, o pre…

Mais um empresário se prepara para disputar a Prefeitura

Está difícil manter a contagem de quantos pré-candidatos ao cargo de prefeito de Chapadinha já estão no páreo. Hoje pela manhã foi a vez do empresário Nenezão se filiar ao Partido dos Trabalhadores (PT) se colocando a disposição da legenda para a disputa.
A informação é do presidente do Diretório Municipal, o ex-vereador Manim Lopes, que acredita que uma candidatura própria é o melhor caminho para o partido voltar a ter representatividade local.