Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2018

Médicos começam a se apresentar para substituir os cubanos em Chapadinha

Segundo a Secretaria de Saúde de Chapadinha (Semus), seis médicos já se apresentaram para substituir os 16 médicos cubanos que deixaram o município após recente decisão do presidente eleito Jair Bolsonaro de descontinuar a parceria do Brasil com Cuba no âmbito do programa Mais Médicos.
Os demais médicos têm até o dia 14 de dezembro para se apresentar à Semus, data na qual o órgão definirá o local de trabalho de cada um deles. Os médicos que se apresentarem antes deverão ter a preferência na escolha.
Os médicos assinarão contrato de 36 meses, receberão do governo federal o valor mensal de R$ 10.513,01 e deverão cumprir jornada de 40 horas semanais nos postos de saúde para onde foram designados.

Neto Pontes: "Dr Magno, preste atenção que o dinheiro é do povo"

O vereador Neto Pontes (SD) não economizou nas críticas ao governo municipal durante a sessão ordinária de hoje (27) da Câmara Municipal.
Segundo o parlamentar, o prefeito Magno Bacelar, que está em Brasília, tem se omitido das suas responsabilidades e a população cada vez mais tem feito o que seria obrigação do poder público. Um dos exemplos lembrados foi o conjunto de quebra-molas construído na avenida Ataliba Vieira de Almeida por meio da contribuição de comerciantes da região. “Chapadinha está quase virando um presépio de tanto a população fazer ‘vaquinhas’ para resolver problemas que a Prefeitura deveria estar resolvendo”, afirmou o parlamentar.
Lamentando ter feito parte da eleição do prefeito municipal, o vereador reclamou ainda da demora em entregar a reforma da rodoviária municipal, em obra há 277 dias, quando o prazo legal era de 90 dias, e o uso de madeira de péssima qualidade em reparos paliativos na ponte da Mangabeira. “Eu trabalho com madeira na Gincol e posso afirmar …

Câmara de Chapadinha homenageia 16 médicos cubanos que deixam o município

O clima de emoção apareceu em vários dos discursos feitos na tarde desta sexta-feira (23) no plenário João Batista Barros. Vários do médicos cubanos estiveram presentes na sessão solene realizada pela Câmara Municipal, por iniciativa do vereador Luís Barbeiro, em homenagem e agradecimento pelo serviço que eles prestaram em Chapadinha.
A secretária de Saúde Mônica Pontes representou o prefeito na cerimônia e esteve acompanhada da coordenadora do programa no município, Marjorie Mesquita, e do membro do Conselho Municipal de Saúde Reginaldo Correia. Além deles, os vereadores Marcely Gomes, Netinho Gedeão, Alberto Carlos e Marcelo Menezes se somaram aos elogios feitos aos profissionais que já foram desligados dos postos de saúde, assim como os ex-vereadores Emerson Aguiar e Luiz Eduardo Braga, editor deste blog.
Segundo a coordenadora do programa, Chapadinha tem a confirmação de dois médicos que tenham se inscrito para preencher as 16 vagas abertas com as saídas dos cubanos. Após a conclusã…

Live do Prefeito: Fim das 13 horas, 13º pra quase todo mundo e salário dos contratados quando der

O prefeito de Chapadinha, Dr Magno Bacelar, realizou hoje transmissão ao vivo no seu Facebook para anunciar o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos servidores efetivos do município.
Os funcionários da Secretaria de Educação receberão agora apenas 40% do valor, e não os 50% previstos em lei e disponibilizados aos demais, mas ainda estão melhor que os aposentados e pensionistas dos IPC, que terão que esperar o dia 30 de novembro, quando a folha do mês começará a ser feita e o 13º deles poderá (ou não) ser pago dentro do prazo legal.
O valor pago hoje foi de R$ 1.958.000,00 (um milhão novecentos e cinquenta e oito mil reais), segundo o próprio prefeito, que durante o vídeo falou acompanhado sobre a crise econômica, pediu paciência aos servidores contratados da Secretaria de Educação que ainda não receberam seus salários de outubro e afirmou que os pagará assim que houver recursos em caixa para esta finalidade.
O prefeito estava acompanhado das secretárias de Educação, Vânia …

TCU e TSE: Os principais adversários de Magno e Belezinha

Se o resultado das eleições estaduais fortaleceu politicamente as posições do prefeito e da ex-prefeita como líderes dos maiores grupos do município, ambos olham para as eleições de 2020 com indefinições de origem jurídica.
No site do Tribunal de Contas da União (TCU) consta a informação de ser impossível a emissão certidão para fins eleitorais com o nome de Magno Bacelar devido três condenações na corte com trânsito em julgado. Pela atual legislação, as sentenças o manterão inelegível até 2025. Não falta qualidade à assessoria jurídica do prefeito, que já lhe livrou de problemas similares, mas três condenações não é pouca coisa.

Belezinha, por outro lado, continua respondendo ao processo por compra de voto pelo qual foi condenada na primeira instância. Apesar de ter obtido sucesso recorrendo ao Tribunal Regional do Eleitoral (TRE/MA), conhecido por decisões “exóticas”, é muito difícil que uma denúncia com provas tão robustas seja ignorada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em Br…

Iluminação pública: mais um ano na escuridão?

No final do ano passado muito se discutia sobre a iluminação das ruas de Chapadinha. Com oito anos sem atualização da Contribuição de Iluminação Pública (CIP) e seguidos reajustes no preço pago pela Prefeitura à Cemar pelo serviço, o município perdeu a capacidade de investimento e manutenção da rede.
Com ruas escuras em todos os bairros, o poder executivo municipal tentou até o último dia do ano aprovar na Câmara Municipal proposta de atualização que repunha a perda do período sem reajuste, mas forte reação nas redes sociais fez os vereadores sinalizarem que rejeitariam o projeto e ele foi retirado de pauta para que pudesse ser melhor discutido durante 2018 e entrasse em vigor em 2019.
Nós já estamos em novembro e até agora não houve discussão pública sobre o assunto, que é de interesse de todos. O valor do consumo dos pontos de iluminação pública permanece maior do que aquilo que é arrecadado pela Cemar nas nossas contas mensais. Ao invés de repassar para a Prefeitura o valor que so…

FPM de Chapadinha cresce acima da inflação

Os recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) destinados a Chapadinha de janeiro a outubro de 2018 têm crescimento de 8,38% em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados disponíveis no Demonstrativo de Distribuição de Arrecadação do Banco do Brasil.
Em números absolutos, o município já recebeu nesta rubrica mais de R$ 15,5 milhões contra R$ 14,3 milhões nos dez primeiros meses de 2017. O aumento está bem acima da inflação acumulada dos últimos doze meses, que é de 4,5%.
Os números representam uma reversão na tendência de queda apresentada em 2017, que havia sido de 4,23%, e tem grande relevância pelo fato do recurso não ter destinação específica. Com R$ 1.204.884,07 a mais nos cofres, os serviços públicos devem apresentar significante melhora.