Pular para o conteúdo principal

Top 20 prefeituráveis de 2020




Com metade do mandato do prefeito Magno Bacelar superado as articulações para a sua sucessão devem começar a esquentar e o Blog do Braga traz a lista com os 20 nomes mais cogitados para enfrentar a disputa municipal de 2020.

É possível que outros nomes sejam discutidos até as convenções do ano que e o mais provável é que três ou quatro sejam registrados pelos partidos políticos, mas os nomes mais especulados nas rodas de conversa da cidade e pelo grupos políticos locais até aqui são os seguintes:

Magno Bacelar: Apesar das três condenações com trânsito em julgado no Tribunal de Contas da União (TCU), não dá para deixar de considerar o nome do prefeito que está no cargo, principalmente considerando sua capacidade de se livrar de problemas jurídicos. Dificilmente conseguirá desfazer o atual desgaste do seu governo, mas tem a marca de ter sido o único prefeito reeleito de Chapadinha, em 2004.

Danubia Carneiro: Primeira-dama, ex-prefeita e secretária de Assistência Social. Parece mais interessada do que o próprio marido em resgatar a imagem da gestão, mais enfrenta desgaste ainda maior da própria imagem. Com duas condenações no TCU, também enfrenta problemas jurídicos.

Junior Carneiro: Vereador mais votado do município e irmão da primeira-dama, ele não admite a intenção de concorrer por respeito aos líderes do grupo, mas é o nome mais lembrado para substituí-los.

Netinho Gedeão: Vereador atuante, Netinho tem feito em vários bairros ações de recuperação da infraestrutura urbana que seriam de obrigação do poder Executivo. Tem disposição para a disputa e boa relação com o prefeito e o deputado Levi Pontes.

Mônica Pontes: Nome de confiança do prefeito Magno Bacelar, Mônica comanda a Secretaria de Saúde no município sem perder o poder na Secretaria de Finanças. Jovem, evangélica e simples, ela poderia ser imposta ao grupo pelo prefeito como aconteceu em 2008 com o nome de Danúbia, mas nega qualquer intenção de concorrer. "Meu candidato é o prefeito Magno", declarou ao Blog.

Eduardo Sá: Antigo aliado do prefeito quando vereador e secretário municipal, o empresário que já ajudou o prefeito até financeiramente tem buscado independência da gestão depois de ver sua lealdade não ser reconhecida. Contra o candidato do prefeito (Victor Mendes), foi candidato a deputado federal formando um grupo que lhe coloca como um dos protagonistas nas articulações de 2020.

Fabyo Lima: Uma das poucas pessoas ainda ouvida pelo prefeito, o advogado Fábyo Lima não parece disposto a brigar com ninguém para ser candidato, mas é um nome técnico que o prefeito teria condição de apresentar para aliados e remontar a coalizão vencedora de 2016.

Paulo Neto: Deputado reeleito, Paulo Neto tem antigo desejo em disputar a prefeitura de Chapadinha. Articulado e corajoso, Paulo tem perfil populista e é um dos nomes que podem contar com o apoio do governador Flávio Dino, que não simpatiza com Magno nem Belezinha.

Levi Pontes: Mais ligado a Flávio Dino, o ainda deputado Levi Pontes teve mais votos do que Paulo Neto em Chapadinha e continuará sendo jogador importante da política municipal, se assim desejar. Se não for candidato, seu apoio pode ser decisivo para definir o vitorioso.

Talvane Hortegal: Político de longa carreira e médico de perfil popular, Talvane viu a filha ser eleita deputada estadual com votação acima do esperado em Chapadinha. É o vice-prefeito do município, apesar de ter rompido com a gestão logo no início. Pontua bem em pesquisas preliminares, mas ainda lhe falta grupo político para enfrentar a disputa.

Aldy Junior: Não esconde de ninguém o sonho de ser prefeito de Chapadinha. A pedido de candidatos a vereador do seu partido, o Dem, apoiou em 2016 Magno Bacelar, que não cumpriu o acordo de nomeá-lo secretário de Educação. Sempre deu boas votações para os deputados que apoiou e espera contar com os apoio do estadual Paulo Neto e do federal Jucelino Filho.

Vinicius Teles: Jovem empresário filho de família tradicional, Vinícius espera contar com o apoio do deputado estadual eleito Fernando Pessoa, que é seu primo.

Higor Almeida: Carismático, o professor Higor Almeida comanda a escola Universidade Infantil com trabalho que encanta os pais dos alunos e tem sido bem lembrado em enquetes virtuais.

Missecley Araújo: A vereadora Missecley Araújo tem como principais marcas a simplicidade e o cuidado com as pessoas. Teve votação acima do esperado na sua candidatura a deputada federal e ainda não decidiu se será candidata a prefeita.

Isaías Fortes: Ex-prefeito por dois mandatos e decisivo na eleição de outros dois prefeitos, Isaías deixará a condição de inelegível em janeiro de 2020, segundo o TCU. A fraca votação do seu candidato a deputado estadual e o desgaste no seu eleitorado depois da aliança com Magno Bacelar representam dois prejuízos, mas ele é um dos que aposta no apoio do governador para alavancar sua candidatura.

Aluizio Santos: Articulador político do governo Belezinha, Aluizio lidera parte do grupo que acompanha a ex-prefeita e tem a preferência de muitos para substituí-la caso ela seja convencida pela família a não enfrentar a disputa.

Belezinha: franca favorita, Belezinha teve votação histórica para deputada estadual e pode ser favorecida pelo mesmo fenômeno que a fez ser escorraçada da prefeitura: a vontade do povo demonstrar sua rejeição a quem está no governo.

Alberto Carlos: Como Belezinha e Aluizio ainda podem ser retirados da disputa pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) graças a processo de compra de votos no qual foram condenados em primeira instância e absolvidos no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o líder da oposição na Câmara Municipal é um dos cogitados para substituí-los.

Ezequias Douglas: Candidato a vereador na última eleição e importante liderança evangélica da cidade, irmão Douglas é genro do pastor Elias, da Assembleia de Deus e considera a possibilidade de se lançar na disputa.

Karol Pontes: Filha de Belezinha, é lembrada por apoiadores da ex-prefeita como único nome capaz de engajá-la na disputa se a mesma estiver juridicamente interditada.

O Blog do Braga pretende publicar entrevistas com todos os nomes da lista em breve.

Comentários

Unknown disse…
BELEZINHA VAI SER A PRÓXIMO PREFEITA DE CHAPADINHA NÃO TEM PRA NINGUÉM VAI SER BELEZINHA DENOVO...
Marcelo Aguiar disse…
Marcelo Aguiar, candidato à prefeito claro que votaria nele.
Marcelo Aguiar disse…
Marcelo Aguiar, candidato à prefeito claro que votaria
Marcelo Aguiar disse…
Marcelo Aguiar, candidato à prefeito claro que votaria.

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor de Chapadinha vai a Itapecuru prestar depoimento

O assassinato do empresário Pedro Lopes Fontenelle, em Vargem Grande, ainda é um mistério. Para ajudar a solucionar o caso o pastor Elias Lima, presidente da Assembleia de Deus em Chapadinha, se dirigiu à Delegacia de Itapecuru-Mirim na manhã desta terça-feira (02) para prestar depoimento.
O crime aconteceu na última quarta-feira (27) às margens da BR-222, em frente a uma propriedade que o pastor havia vendido para o empresário. O empresário foi executado com dois tiros e não levaram nada dele.
Segundo um genro do pastor, o irmão Ezequiel Douglas, ele não recebeu qualquer intimação para comparecer ao distrito policial que investiga o caso e se dirigiu de forma espontânea. “Como ninguém sabe quem são os autores nem a motivação do crime, cabe todos que tiveram algum contato recente com a vítima munir as autoridades policiais com toda informação que possa ajudar a solucionar o caso”, afirmou ao blog.
Pedro Lopes Fontenelle tinha 46 anos e atuava no ramo frigorífico em Vargem Grande.

Não Chamem Pra Mesma Mesa o Prefeito e o Cunhado Vereador

A confusão começou numa comemoração de família. Os dois conversavam com o nível etílico um pouco acima do recomendado quando o parlamentar externou suas preocupações com o rumo do governo e o prefeito reagiu contrariado quando ouviu o irmão da primeira-dama lhe dizer que se a eleição fosse hoje ele seria derrotado.
O problema aumentou durante uma recente posse de secretários no gabinete do prefeito. Parecia que ele já estava concluindo mais um dos seus longos discursos quando olhou o vereador entre os presentes e relembrou o diálogo afirmando não levar a sério o diagnóstico. Constrangendo o parlamentar, o prefeito disse que aquilo era conversa de quem estava com algo cheio de cachaça.
O vereador, é claro, não escondeu a contrariedade com a conversa, que havia acontecido em âmbito privado, ser tratada publicamente e principalmente com os termos que o prefeito usou na frente de outros parlamentares e membros da equipe de governo.
Pra piorar, ao saber das reclamações do vereador, o pre…

Mais um empresário se prepara para disputar a Prefeitura

Está difícil manter a contagem de quantos pré-candidatos ao cargo de prefeito de Chapadinha já estão no páreo. Hoje pela manhã foi a vez do empresário Nenezão se filiar ao Partido dos Trabalhadores (PT) se colocando a disposição da legenda para a disputa.
A informação é do presidente do Diretório Municipal, o ex-vereador Manim Lopes, que acredita que uma candidatura própria é o melhor caminho para o partido voltar a ter representatividade local.