Pular para o conteúdo principal

Ela Tá Voltando Igualzinha


As pesquisas que circulam nos bastidores da política chapadinhense são unânimes: Belezinha lidera a disputa pela Prefeitura e se o TSE não a tirar da disputa vai ser difícil evitar que ela seja novamente eleita para o cargo de onde saiu escorraçada.

A certeza da vitória a tem afastado de antigos aliados para evitar despesas e o silêncio tem sido sua maior arma. Assim como antes da candidatura a deputada estadual, a ex-prefeita permanece distante do dia a dia da política municipal apostando na mesma tática vitoriosa em 2016.

“O governo está fazendo a campanha dela. Ela vai aparecer em cima da hora sem gastar um centavo pra ser eleita como Magno na última eleição”, avalia um membro do seu grupo político preocupado com o caminho que está sendo percorrido.

O que chateou a ex-prefeita

Nesta madrugada (23), contudo, a ex-prefeita demonstrou que a distância do poder não lhe ensinou as razões da derrota. O blogueiro Ismael Leon dialogava com leitores no grupo de WhatsApp “Portal do Maranhão” e afirmou sobre Belezinha que “o problema dela foi não trabalhar o lado político e as obras que fazia era ‘funil’ (empresa dela, material dela, tudo ela fornecia)”.

Ao receber o print da conversa, ela enviou mensagem para o mesmo, já depois de meia noite, dizendo que gostaria que ele tivesse mais atenção no que escreve “para depois não ter problemas”.

Reação desmedida e fora de hora
Ouvido, o blogueiro afirmou que entendeu a mensagem como intimidação e ameaça por se tratar de uma pessoa que tem a fama de perseguidora. “Ninguém sabe do que esse povo, que tem muito dinheiro e só pensa em poder, é capaz de fazer”, afirmou.

Recentemente, este blog tratou da maneira com a qual a marca de “funil” grudou no governo Belezinha e não é necessário, por enquanto, voltar ao tema. O que causa espanto é que as mesmas atitudes que impediram sua reeleição além do próprio funil permaneçam até hoje.

Perder tempo tomando satisfação por causa de conversa em WhatsApp é algo pequeno demais para quem já foi e pretende voltar a ser prefeita de um município do porte de Chapadinha. Se há calúnia, injúria e/ou difamação, a Justiça é um caminho legítimo, mas todos sabem que quem escolhe participar da vida pública se torna alvo de críticas.

Se hoje muita gente se pergunta a razão de Dr Magno ter voltado a concorrer à Prefeitura, também é de se questionar desde já se Belezinha não pretende sentar de novo na cadeira para cometer os mesmos erros do passado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor de Chapadinha vai a Itapecuru prestar depoimento

O assassinato do empresário Pedro Lopes Fontenelle, em Vargem Grande, ainda é um mistério. Para ajudar a solucionar o caso o pastor Elias Lima, presidente da Assembleia de Deus em Chapadinha, se dirigiu à Delegacia de Itapecuru-Mirim na manhã desta terça-feira (02) para prestar depoimento.
O crime aconteceu na última quarta-feira (27) às margens da BR-222, em frente a uma propriedade que o pastor havia vendido para o empresário. O empresário foi executado com dois tiros e não levaram nada dele.
Segundo um genro do pastor, o irmão Ezequiel Douglas, ele não recebeu qualquer intimação para comparecer ao distrito policial que investiga o caso e se dirigiu de forma espontânea. “Como ninguém sabe quem são os autores nem a motivação do crime, cabe todos que tiveram algum contato recente com a vítima munir as autoridades policiais com toda informação que possa ajudar a solucionar o caso”, afirmou ao blog.
Pedro Lopes Fontenelle tinha 46 anos e atuava no ramo frigorífico em Vargem Grande.

Não Chamem Pra Mesma Mesa o Prefeito e o Cunhado Vereador

A confusão começou numa comemoração de família. Os dois conversavam com o nível etílico um pouco acima do recomendado quando o parlamentar externou suas preocupações com o rumo do governo e o prefeito reagiu contrariado quando ouviu o irmão da primeira-dama lhe dizer que se a eleição fosse hoje ele seria derrotado.
O problema aumentou durante uma recente posse de secretários no gabinete do prefeito. Parecia que ele já estava concluindo mais um dos seus longos discursos quando olhou o vereador entre os presentes e relembrou o diálogo afirmando não levar a sério o diagnóstico. Constrangendo o parlamentar, o prefeito disse que aquilo era conversa de quem estava com algo cheio de cachaça.
O vereador, é claro, não escondeu a contrariedade com a conversa, que havia acontecido em âmbito privado, ser tratada publicamente e principalmente com os termos que o prefeito usou na frente de outros parlamentares e membros da equipe de governo.
Pra piorar, ao saber das reclamações do vereador, o pre…

Mais um empresário se prepara para disputar a Prefeitura

Está difícil manter a contagem de quantos pré-candidatos ao cargo de prefeito de Chapadinha já estão no páreo. Hoje pela manhã foi a vez do empresário Nenezão se filiar ao Partido dos Trabalhadores (PT) se colocando a disposição da legenda para a disputa.
A informação é do presidente do Diretório Municipal, o ex-vereador Manim Lopes, que acredita que uma candidatura própria é o melhor caminho para o partido voltar a ter representatividade local.