Pular para o conteúdo principal

Magno Confirma 31ª Mudança No Secretariado

Gilson e Geraldo Gomes (pai e tio do novo secretário) na residência do prefeito Magno Bacelar

O prefeito Magno Bacelar anunciou hoje (10) a nomeação do suplente de vereador e presidente municipal do PTB George Gomes para o cargo de secretário de Turismo do município. Com isso, a gestão chega à marca de 31 alterações no secretariado em pouco mais de dois anos.

As mudanças já aconteceram em quase todas as pastas. A Educação começou com a primeira-dama Danúbia Carneiro, que teve anunciada como substituta a professora Wandrian Lima, hoje secretária de Urbanismo, e dois meses depois a professora Vânia Cristina.

Mesmo exonerada da Educação depois de questionamento do Ministério Público por nepotismo, a primeira-dama assumiu a Assistência Social, lugar antes ocupado pela esposa do deputado Levi Pontes, Isalena Aguiar, e pela professora Wegilla Viana.

Na Saúde, o primeiro secretário foi o sobrinho do prefeito, o enfermeiro Mozart Barcelar Junior, substituído por Mônica Pontes, ex-secretária de Finanças. Para Finanças foi nomeada a servidora Wanda Silva.

A Administração começou nas mãos do ex-vereador e advogado Aldy Saraiva Junior, substituído por Ana Villela e Jesus Lima. Na Cultura, o atual secretário é o mesmo que foi empossado no dia 2 de janeiro de 2017, mas por um período ele foi substituído por Janilde Lobo.

Para a Secretaria de Obras foi anunciado o professor Telmo José, que não chegou a ser nomeado por motivos burocráticos. O engenheiro Beto Dantas assumiu o cargo que logo entregou, sendo substituído pelo jovem engenheiro Nick Macklewre.

Outro nome anunciado e não nomeado foi o da vereadora Marcely Gomes para a Secretaria de Indústria e Comércio. Com a desistência dela chegou a ser anunciado o nome do ex-vereador Irmão Carlos, mas a também ex-vereadora Irmã Hilda Pontes foi quem ficou no cargo.

Irmão Carlos foi nomeado há algumas semanas para a secretaria de Agricultura no lugar antes ocupado por outro suplente de vereador, Josenildo Garreto.

O vereador Junior Carneiro chegou a se despedir da Câmara para assumir a Secretária de Compras e Licitações, mas desistiu da nomeação para o cargo hoje ocupado pela servidora Caydilene Aragão. Quem chegou a deixar a Câmara por um curto período foi a vereadora Marcely Gomes, que assumiu a Articulação Política por um mês.

A Comunicação foi exercida pelo editor deste Blog, Luiz Eduardo Braga, pela blogueira Naiane Rodrigues e hoje pelo jornalista Alexandre Pinheiro. No Trabalho, Leda Burett substituiu Jefferson Aguiar e no Esporte Carlos Silva (Pezão) substituiu Gadieggo Almeida.

Anunciado secretário de Juventude, o ex-candidato a vereador Jorge Gomes não chegou a exercer o cargo, para o qual foi nomeada há poucos dias a esposa do vereador Luis Barbeiro, Joseane Rodrigues.

Outra esposa que esteve no secretariado foi do vice-prefeito Talvane Hortegal. Lara Furtado era a secretária da Mulher até o rompimento dele com a gestão e foi substituída por Tacilla Meira.

A Controladoria do Município, antes comandada por Marcos Melo, passou para as mãos do também técnico Raul Vitor. E a Chefia de Gabinete, cargo com status de secretário, já foi exercida por Quércia Pinto, Tacilla Meira, Leda Burett e agora Valdir Neto.

Na Procuradoria do Município o Dr. Felipe Lima substituiu o também advogado Lúcio Henrique e no Meio Ambiente Edgerson Cunha foi nomeado para o lugar de Eduardo Sá. 

Com tanta alteração, vale registrar que apenas as Secretarias de Igualdade Racial e Agricultura Familiar não sofreram alteração até hoje.

As mudanças se deram por vários motivos. Algumas foram tentativas de o prefeito mostrar desejo de melhorar o governo, outras foram frutos de rompimentos, desistências, escolhas equivocadas.

O anúncio de hoje, reaproximando antigos aliados que estavam afastados há mais de uma década, demonstra interesse em aglutinar outras forças política. Resta saber o povo não enxerga tanta alteração na equipe como sinal de falta de rumo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pastor de Chapadinha vai a Itapecuru prestar depoimento

O assassinato do empresário Pedro Lopes Fontenelle, em Vargem Grande, ainda é um mistério. Para ajudar a solucionar o caso o pastor Elias Lima, presidente da Assembleia de Deus em Chapadinha, se dirigiu à Delegacia de Itapecuru-Mirim na manhã desta terça-feira (02) para prestar depoimento.
O crime aconteceu na última quarta-feira (27) às margens da BR-222, em frente a uma propriedade que o pastor havia vendido para o empresário. O empresário foi executado com dois tiros e não levaram nada dele.
Segundo um genro do pastor, o irmão Ezequiel Douglas, ele não recebeu qualquer intimação para comparecer ao distrito policial que investiga o caso e se dirigiu de forma espontânea. “Como ninguém sabe quem são os autores nem a motivação do crime, cabe todos que tiveram algum contato recente com a vítima munir as autoridades policiais com toda informação que possa ajudar a solucionar o caso”, afirmou ao blog.
Pedro Lopes Fontenelle tinha 46 anos e atuava no ramo frigorífico em Vargem Grande.

Não Chamem Pra Mesma Mesa o Prefeito e o Cunhado Vereador

A confusão começou numa comemoração de família. Os dois conversavam com o nível etílico um pouco acima do recomendado quando o parlamentar externou suas preocupações com o rumo do governo e o prefeito reagiu contrariado quando ouviu o irmão da primeira-dama lhe dizer que se a eleição fosse hoje ele seria derrotado.
O problema aumentou durante uma recente posse de secretários no gabinete do prefeito. Parecia que ele já estava concluindo mais um dos seus longos discursos quando olhou o vereador entre os presentes e relembrou o diálogo afirmando não levar a sério o diagnóstico. Constrangendo o parlamentar, o prefeito disse que aquilo era conversa de quem estava com algo cheio de cachaça.
O vereador, é claro, não escondeu a contrariedade com a conversa, que havia acontecido em âmbito privado, ser tratada publicamente e principalmente com os termos que o prefeito usou na frente de outros parlamentares e membros da equipe de governo.
Pra piorar, ao saber das reclamações do vereador, o pre…

Top 20 prefeituráveis de 2020

Com metade do mandato do prefeito Magno Bacelar superado as articulações para a sua sucessão devem começar a esquentar e o Blog do Braga traz a lista com os 20 nomes mais cogitados para enfrentar a disputa municipal de 2020.
É possível que outros nomes sejam discutidos até as convenções do ano que e o mais provável é que três ou quatro sejam registrados pelos partidos políticos, mas os nomes mais especulados nas rodas de conversa da cidade e pelo grupos políticos locais até aqui são os seguintes:
Magno Bacelar: Apesar das três condenações com trânsito em julgado no Tribunal de Contas da União (TCU), não dá para deixar de considerar o nome do prefeito que está no cargo, principalmente considerando sua capacidade de se livrar de problemas jurídicos. Dificilmente conseguirá desfazer o atual desgaste do seu governo, mas tem a marca de ter sido o único prefeito reeleito de Chapadinha, em 2004.
Danubia Carneiro: Primeira-dama, ex-prefeita e secretária de Assistência Social. Parece mais inter…