Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2019

Maranhenses Na Reforma Da Previdência

Assim como na CCJ, a bancada maranhense na Câmara Federal terá dois representantes entre os membros titulares da comissão especial que vai analisar a proposta de reforma da previdência apresentada pelo governo federal.
Os deputados João Marcelo de Souza (MDB) e Cleber Verde (PRB) foram indicados pelos seus partidos para compor o colegiado e são especulados como votos possivelmente favoráveis à emenda constitucional.
A comissão anterior atestou que a proposta não fere a Constituição Federal e esta analisará todos os pontos do projeto, incluindo a criação de uma idade mínima para a aposentadoria assim como as mudanças na aposentadoria rural e no BPC, benefício destinado a idosos em situação de miséria.
Se aprovado na comissão o texto ainda será apreciado pelos 513 deputados no plenário da Casa antes de seguir para o Senado Federal.

FAP: Sua declaração de Imposto de Renda pode ajudar o próximo

O curso de Ciências Contáveis da Faculdade do Baixo Parnaíba (FAP) está realizando atividade de extensão com seus alunos que beneficiará famílias carentes.
Trata-se do projeto “Imposto de Renda Social”, no qual alunos dos 5º, 6º e 7º períodos orientam o preenchimento da Declaração de Imposto de Renda 2019 de contribuintes que doem um quilo de alimento não perecível.
Os alunos atuam sob supervisão dos professores do curso e os alimentos arrecadados serão distribuídos em comunidades carentes de Chapadinha. Os interessados em participar devem comparecer até o dia 30 de abril, das 18h30 às 21h30, na sede da faculdade.
Mais informações pelo número: 3471-1356

Como votaram os maranhenses na reforma da previdência

A bancada maranhense tem 2 dos 66 membros titulares da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Federal: os deputados Edilázio Junior (PSD) e Gil Cutrim (PDT).
Na votação que atestou a constitucionalidade da proposta de reforma da previdência apresentada pelo governo Bolsonaro os parlamentares do Maranhão acompanharam as orientações dos seus respectivos partidos e divergiram entre si.
Enquanto Gil Cutrim, que já apresentou emendas ao texto original, votou para barrar a reforma na primeira batalha que ela enfrentou no parlamento, Edilázio Junior votou favoravelmente ao texto.
A aprovação do relatório (por 48 a 18) autorizou a formação de uma comissão especial com outros parlamentares para tratar do conteúdo da proposta antes que ela vá ao plenário, onde deve ser apreciada pelos 513 deputados federais.

O diesel aumentou e os caminhoneiros têm culpa nisso

A política de preço implementada pelo então presidente da Petrobras, Pedro Parente, definiu que diariamente o preço dos combustíveis poderia ser alterado de acordo com as oscilações dos preços do barril de petróleo e do dólar no mercado financeiro. Desta maneira, o óleo diesel S-10 sofreu um reajuste de 21,4% em dois meses. O resultado foi a greve dos caminhoneiros que parou o país em maio do ano passado.
Para encerrar a greve os caminheiros não exigiram a mudança na política de preço, apenas que o preço do combustível diminuísse. Mirando no efeito e não na causa, eles deram margem para o governo Temer resolver o problema anunciando subsídio no preço do diesel até o final do ano. Ou seja, o preço continuaria sendo aumentado pela Petrobrás, mas o governo pagaria à estatal a diferença para o consumidor não sentir a diferença diretamente no bolso.
Paradoxalmente, estes mesmos caminhoneiros apoiavam o então pré-candidato e hoje presidente Jair Bolsonaro que já se abraçava com a agenda e…

Chuva leva distribuição de peixes para praça com promessa de reforma

A secretária municipal de Assistência Social Danubia Carneiro esteve no programa Direito ao Assunto da rádio Mirante de Chapadinha na tarde desta terça-feira (16) para tratar da distribuição de peixes da semana santa.
Segundo a secretária, primeira-dama e ex-prefeita, o caminhão frigorífico com os peixes chegará nas próximas horas à cidade e hoje mesmo começarão a ser feitas as entregas nas localidades atendidas pelas rotas da zona rural mais próximas.
Amanhã a distribuição continuará na zona rural e a partir das 5h na Praça do Povo para o público da zona urbana. O peixe será entregue a famílias de baixa renda que tenham recebido os cartões que dão direito de acesso à área montada na praça Irineu Veras Galvão (Praça do Povo).
Questionada sobre a mudança do tradicional local de distribuição, a secretária afirmou que o período chuvoso poderia deixar a Praça do Viva sem condições de receber o evento e eventuais prejuízos na estrutura da Praça do Povo seriam resolvidos com uma reforma …

Ele está de volta

Depois de merecido descanso, o médico Levi Pontes de Aguiar voltou à ativa. Afastado da atividade clínica nos últimos quatro anos pelo exercício do mandato de deputado estadual, o ginecologista obstetra voltou à rotina de consultas no Centro de Medicina Avançada de Chapadinha (CMAC), antigo Hospital das Clínicas de Chapadinha (HCC).
Atendendo dezenas de pacientes desde o primeiro, Dr. Levi não esconde a alegria com o retorno. “Esta é a profissão que eu escolhi como sacerdócio. O carinho de antigos e novos pacientes que entram neste consultório me realiza”, afirma o médico. “Vou continuar participando da vida de Chapadinha como cidadão disposto a contribuir com a experiência acumulada nestes anos”.
O ex-deputado desconversa sobre assuntos políticos e garante que seu foco hoje é atender bem os pacientes que procuram o CMAC. Os pacientes podem ligar nos números (98) 99130-7421 ou (98) 3471-0990 e agendar sua consulta.

TSE reconhece gravação ambiente como prova lícita de compra de votos

O recurso eleitoral que acusa a ex-prefeita de Chapadinha Ducilene Belezinha de compra de voto chega a Brasília com uma novidade incômoda para a sua defesa. Em recente julgamento, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que uma conversa gravada por um dos participantes do diálogo, mesmo sem autorização judicial, deve ser considerada prova lícita.
A questão foi discutida durante o julgamento do vereador Gilberto Massaneiro, do município de Timbó Grande (SC). Ele foi gravado por uma eleitora prometendo vantagens nas dependências de um hospital público em troca de votos e tentou alegar que a prova era ilegal, mas parecer do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou que a prova é lícita.
Veja aqui matéria completa

Lembre do caso

Número de médicos nos postos de Saúde já caiu 27% em três meses. Em Chapadinha, 6 postos foram prejudicados

Na transição entre os governos Temer e Bolsonaro, encerrou-se o acordo com Cuba que garantia a presença de 8.332 médicos da ilha caribenha nos postos de saúde do Brasil, principalmente em cidades do interior e nas periferias das grandes cidades.
Dos 7.120 médicos brasileiros que foram contratados para substituí-los 15% já desistiram em apenas 3 meses, o que reduziu a quantidade de postos de saúde com cobertura do programa Mais Médicos para apenas 6.068 em todo o país.
A queda de 27,1% também teve consequências em Chapadinha. Segundo a coordenadora da Atenção Básica do município, a enfermeira Marjorie Mesquita, das 16 Unidades Básicas de Saúde que eram cobertas pelo Mais Médicos ficaram 6 UBS’s descobertas. “Dois dos médicos que se inscreveram não assumiram e outros quatro foram aprovados em residências que fizeram eles deixarem o programa”, afirmou.
Ainda segundo a coordenadora, já houve contato do governo federal para que novos substitutos se apresentem.

Pastor de Chapadinha vai a Itapecuru prestar depoimento

O assassinato do empresário Pedro Lopes Fontenelle, em Vargem Grande, ainda é um mistério. Para ajudar a solucionar o caso o pastor Elias Lima, presidente da Assembleia de Deus em Chapadinha, se dirigiu à Delegacia de Itapecuru-Mirim na manhã desta terça-feira (02) para prestar depoimento.
O crime aconteceu na última quarta-feira (27) às margens da BR-222, em frente a uma propriedade que o pastor havia vendido para o empresário. O empresário foi executado com dois tiros e não levaram nada dele.
Segundo um genro do pastor, o irmão Ezequiel Douglas, ele não recebeu qualquer intimação para comparecer ao distrito policial que investiga o caso e se dirigiu de forma espontânea. “Como ninguém sabe quem são os autores nem a motivação do crime, cabe todos que tiveram algum contato recente com a vítima munir as autoridades policiais com toda informação que possa ajudar a solucionar o caso”, afirmou ao blog.
Pedro Lopes Fontenelle tinha 46 anos e atuava no ramo frigorífico em Vargem Grande.